Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia Geral

A cicatrização das feridas apresenta 3 fases importantes. Na evolução cronológica destas fases há o aparecimento de diferentes tipos de células na ferida durante a cicatrização. Qual das respostas abaixo correlaciona, corretamente, a fase com o número de determinada célula.

A
Na fase de maturação os neutrófilos são predominantes.
B
Os fibroblastos constituem a maioria das células na fase de proliferação.
C
Macrófagos estão ausentes na fase de proliferação.
D
Os linfócitos predominam na fase de inflamação.
E
Duas acima estão corretas.
Nos pacientes com hipospádia o distúrbio de diferenciação sexual (DDS) deve ser investigado:
Paciente do sexo masculino, 28 anos, procura assistência médica ambulatorial em função de "olho vermelho". Ao exame ocular, apresenta hiperemia conjuntival bilateral associada à presença de copiosa quantidade de secreção ocular purulenta, que se mantém constante e na mesma intensidade ao longo de todo o período do dia. Há suspeita de existirem microperfurações na córnea. A dor ocular é mínima e o paciente relata ocasional turvação visual. A hipótese diagnóstica mais provável é:
Paciente do sexo feminino, 53 anos, portadora de depressão maior, diabetes mellitus tipo 2 e hipertensão arterial sistêmica, em tratamento irregular, foi admitida na unidade de emergência com queixas de odinofagia, dor e tumefação em região cervical direita, além de febre de 39ºC e calafrios. Seu exame físico revelava exsudatos purulentos em amígdala direita e turgência jugular fixa e palpável homolateral, com ausculta respiratória e cardíaca normais. Exames laboratoriais evidenciaram leucocitose com neutrofilia e elevação dos níveis de proteína C reativa, e a radiografia de tórax revelou a presença de infiltrados pulmonares cavitados bilateralmente. Um ecocardiograma transtorácico não evidenciou vegetações ou disfunção ventricular. A bactéria que mais provavelmente cresceu nas hemoculturas desta paciente, frente ao seu principal diagnóstico, foi:
Um lactente com passado de infecções pulmonares recorrentes, com crescimento deficiente, é levado a UPA por tosse e dificuldade na alimentação. A mãe informa que o menino tem “um defeito de nascença no coração”. Ao exame, encontra-se sudoréico, taquipneico, taquicárdico e apresenta sopro holossistólico na reborda esternal esquerda baixa. A cardiopatia congênita é :
Compartilhar