Questões na prática

Clínica Médica

Cirurgia

Pneumologia

Cirurgia do Trauma

A clínica do pneumotórax hipertensivo caracteriza-se por:

A
Frêmito toracovocal abolido, hipertimpanismo com tugência jugular, murmúrio vesicular abolido
B
Frêmito toracovocal aumentado, hipertimpanismo, tugência jugular, murmúrio vesicular abolido
C
Frêmito toracovocal normal, hipotensão, com tugência jugular, abafamento de bulhas
D
Frêmito toracovocal abolido, desvio de traqueia, abafamento de bulhas, murmúrio vesicular normal, sem tugência jugular
E
Frêmito toracovocal normal, hipertimpanismo, com tugência jugular, murmúrio vesicular abolido
Uma bactéria (sp) pode se tornar resistente à cefalosporina por alterações bioquímicas, como:
No manejo dos sintomas de dor num paciente masculino, de 71 anos, com angina estável crônica, é correto afirmar:
Em quadro clínico de colestase com colúria, acolia fecal, prurido e aumento de Gama GT e FA, quais das doenças apresentam colestase intra-hepática?
Um homem de 67 anos com enfisema relata piora da dispneia e tosse produtiva com expectoração purulenta. Seu VEF1 é 45% e uma gasometria arterial de 2 meses atrás mostrava PaO2 de 53 mmHg, com PaCO2 normal. Além de parar de fumar, qual outra intervenção pode aumentar a sobrevida desse paciente?
Compartilhar