Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Endocrinologia

Hepatologia

A colangite esclerosante primária é uma doença de causa desconhecida e pode estar associada a:

A
colite ulcerativa, tireoidite de Riedel e feocromocitoma.
B
tireoidite de Riedel, carcinoma medular da tireoide e insulinoma.
C
fibrose retroperitonial, tireoidite de Riedel e polipose colônica juvenil.
D
colite ulcerativa, fibrose retroperitonial e tireoidite de Riedel.
E
colite ulcerativa, síndrome de Gardner e carcinoma medular da tireoide.
Por definição, qual a diferença fundamental entre angina instável e infarto sem elevação do segmento ST?
Um homem de 68 anos com insuficiência renal crônica relata fraqueza, parestesia e dificuldade respiratória progressiva há 4 dias. Exames laboratoriais revelam K+ 7,2; ECG com ondas T apiculadas e alargamento do complexo QRS. Qual a administração incorreta no tratamento inicial deste paciente?
Um lactente de 10 meses de idade, sem antecedentes de doença respiratória, é levado ao pronto socorro com história de febre e tosse há 72 horas. Ao exame físico apresenta-se em regular estado geral, febril (38,5°C); FR = 55 rpm; FC: 110 bpm. À inspeção do tórax observam-se discretas tiragens intercostais. De acordo com as Normas de Assistência e Controle de Infecções Respiratórias Agudas do Ministério da Saúde, o dado clínico sugestivo de pneumonia nesse caso é:
Assinale a alternativa correta em relação ao aleitamento materno e transmissão vertical do HIV:
Compartilhar