Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Hepatologia

A colangite esclerosante primária é caracterizada por inflamação difusa do trato biliar. Esta patologia está frequentemente associada com:

A
hepatite C.
B
carcinoma hepatocelular.
C
retocolite ulcerativa.
D
carcinoma das vias biliares.
Um homem de 57 anos é levado ao pronto-socorro por uma unidade de resgate, com queixa de dor abdominal difusa há oito horas. Está em regular estado geral, tem frequência cardíaca de 120 batimentos por minuto, pressão arterial de 90×50 mmHg, frequência respiratória de 24 incursões por minuto e saturação de oxigênio de 92%, com cateter de O2 com 2 L/minuto. O abdome está tenso e com rigidez involuntária. A radiografia simples de abdome mostra presença de gás extraluminal. Antes que esse paciente seja encaminhado à sala de operação, é fundamental fazer:
Um Neonatologista é chamado para recepcionar um recém-nascido a termo na sala de parto, e é informado que a gestante apresenta líquido amniótico meconial. Ao desprendimento do pólo cefálico, o obstetra aspira líquido meconial fluído da cavidade oral, da faringe e da narinas. Depois do desprendimento das espáduas, o recém-nascido não apresenta movimentos respiratórios. Após colocá-lo sob calor radiante, a primeira ação deve ser:
Paciente feminina, 30 anos, procurou seu médico com queixas de crises de rubor em região cervical e face e episódios diarreicos. Foi tratada sintomaticamente por 30 dias e durante o acompanhamento desenvolveu, ainda, episódios de broncoespasmo acompanhando os sintomas anteriores que persistiam, e emagrecimento de 5 kg. Foram solicitados hemograma e Rx de Tórax sem alterações em seus resultados. Evoluiu com quadro de constipação e distensão abdominal acentuada. Realizou então Rx de Abdome agudo que demonstrou alças de intestino delgado dilatadas e níveis hidroaéreos. A alternativa que contém o exame que confirma o diagnóstico mais provável da paciente é:
Qual o tumor primário mais comum do Sistema Nervoso Central?
Compartilhar