Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

A colisão distócica e grave do parto gemelar ocorre mais frequentemente:

A
o primeiro é cefálico e o segundo transverso
B
o primeiro feto é cefálico e o segundo pélvico
C
o primeiro feto é pélvico e o segundo é cefálico
D
ambos os fetos são cefálicos
E
Nenhuma das alternativas anteriores está correta
Criança de 3 anos, com história ou crises convulsivas, em uso regular de fenobarbital, dá entrada no pronto-socorro com convulsão tônico clônico generalizada de duração maior do que 15 minutos, segundo relato dos pais. Mãe refere que a criança não recebeu as últimas 2 doses da medicação. Qual é a sequência ADEQUADA de condutas para esse caso?
Um menino de 8 anos apresenta dificuldade de interação social, mostrando isolamento e indiferença afetiva. Apresenta uma linguagem imatura, ecolalia e entonação monótona. Apresenta apego excessivo a objetos e fascínio por rodas em movimento. Seu desenvolvimento cognitivo está reduzido e o aspecto físico é normal. Qual o provável diagnóstico?
Recém-Nascido a termo, sexo feminino, grande para a idade gestacional, nascido por parto com auxílio de fórceps. Parto foi prolongado e difícil. Agora está com 24 horas de vida e está ativo e alerta. Não move seu braço esquerdo espontaneamente ou durante o reflexo de Moro, prefere mantê-lo rodado internamente e aduzido, o antebraço está estendido, pronado e o punho está fletido. O restante do exame físico é normal. Qual das seguintes alternativas indica este cenário?
José tem 4 meses de idade, veio à UBS para receber vacinas. A mãe está preocupada porque, durante a vacinação recebida aos 2 meses, apresentou, nas primeiras 24 horas após a vacina, febre e convulsão, foi inclusive levado para atendimento na emergência. Não realizou a vacina prevista para os 3 meses porque a mãe teve medo. Neste caso, a conduta correta é
Compartilhar