Questões na prática

Ortopedia

Analise os conceitos abaixo sobre luxações e imobilização de fraturas e assinale aquele (s) que se apresenta (m) em desacordo com o tratamento ideal? I - O edema é um fenômeno normal após traumatismos e pode levar ao comprometimento da circulação da extremidade se a imobilização for inadequada ou excessivamente compressiva. II - Antes da aplicação de qualquer imobilização, gessada ou não, devem ser avaliadas as condições de pele, os edemas e as manobras a serem efetuadas, pois o tipo de imobilização escolhido, a posição e as moldagens devem ser programadas em função dessas condições. III - Após a imobilização, o paciente e seus familiares precisam ser informados dos riscos e dos cuidados a serem tomados, e, caso apareçam sinais compressivos de dor, cianose, isquemia e alterações da sensibilidade, o paciente deve ser observado em casa e somente retornar ao hospital caso esses sintomas permanecerem por, no mínimo, seis horas. IV - A luxação de cotovelo é uma lesão que ocorre com mais freqüência em indivíduos jovens e se apresenta com um diagnóstico fácil através da história clínica e com auxílio do RX. O seu objetivo de tratamento visa uma imobilização primária com tala gessada, seguida de observação por 24 horas, e redução no centro cirúrgico após a diminuição do edema. Referência: COHEN, M.; MATTAR JR, R.; JESUS-GARCIA FILHO, R. e colaboradores - Tratado de Ortopedia, Editora Roca, 2007.

A
Os conceitos I, II, III e IV
B
Os conceitos I e IV
C
Os conceitos II e III
D
Os conceitos III e IV
E
Os conceitos I e II
Excluindo as cardiopatias congênitas, a malformação mais comum relacionada à pacientes com Síndrome de Down é:
A hérnia inguinal cujo conteúdo do saco herniário é composto por um divertículo de Meckel é conhecida por hérnia de
Paciente de 60 anos, hipertenso controlado, apresentando jato urinário fraco e entrecortado, aumento da frequência e urgência miccional. Exame clínico geral normal e próstata ao toque retal, parenquimatosa, com aproximadamente 100 cm³, com limites preservados, sulco mediano apagado e sem nodulações. Ultrassonografia evidencia trato urinário alto sem anormalidades, bexiga de paredes espessadas com imagem hiperecoica de 3 cm móvel com mudança de decúbito e próstata volumosa com lobo mediano projetando-se na bexiga, medindo 2 cm a partir do colo vesical. PSA com valor de 2,4 ng/ml. Raio X de abdome normal. Qual a conduta a ser proposta?
Recém-nascido com 8 dias de vida é trazido ao pronto socorro com história de desconforto respiratório iniciado há 2 dias, com piora progressiva. Nasceu de parto normal, com 39 semanas, pesando 3,760 g, com índice de Apgar 8 e 9 no 1° e 5° minutos, respectivamente, e recebeu alta no 1° dia de vida com aleitamento materno exclusivo. A mãe nega febre ou outros sintomas. Ao examiná-lo, você percebe palidez cutânea, FC 175 bpm, FR 64 irpm, PA 72 x 40 (56) mmHg no membro superior direito e PA 43 x 24 (31) mmHg no membro inferior esquerdo, ausculta pulmonar normal e ausculta cardíaca revela sopro contínuo em borda esternal esquerda alta. Os pulsos periféricos são finos e a perfusão é de 2 segundos na mão direita. Na conduta imediata mais apropriada deve-se:
Compartilhar