Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Pediatria

Ginecologia

A conduta no carcinoma in situ do colo uterino é:

A
retirada da lesão sob visualização da colposcopia.
B
histerectomia com anexectomia bilateral.
C
histerectomia simples.
D
conização.
E
expectante.
Joana procurou atendimento ambulatorial por estar emagrecendo há 3 meses. Durante a anamnese você identifica também dor abdominal na região hipogástrica, alteração no calibre e presença de sangue nas fezes. Joana é alcoolista e tabagista. A colonoscopia realizada identificou tumor maligno no cólon sigmoide. Joana teve indicação cirúrgica. Durante o procedimento de laparotomia foi evidenciado hemoperitôneo com laceração de alças intestinais e necrose. Uma das hipóteses da equipe cirúrgica foi obstrução em alça fechada. Durante o inventário da cavidade abdominal o fígado demonstrou-se nodular, sugestivo de cirrose. A neoplasia maligna hepática de maior risco para Joana é:
Antônia tem 28 anos, diagnóstico de doença lúpica e deseja engravidar. Busca aconselhamento para saber de seus riscos e do uso de medicamentos durante a gravidez. Você orienta Antônia e informa que a droga mais adequada para o controle do lúpus durante o período gestacional, é:
Com relação as polineuropatias é incorreto afirmar:
Escolar de 9 anos apresenta claudicação e dor no membro inferior direito há 1 semana. Refere que há dois dias foi medicado com penicilina benzatina intramuscular, aplicada em glúteo, para tratamento de piodermite. Ao exame: febril (38,3 graus); dor a compressão de coxa direita, sem manifestações articulares e ausência de sinal de Lasègue. RX de quadril e membro inferior direito normal. Hemograma: 18000 leucócitos/mm (83% neutrófilos, 15% bastões). VHS 59 mm na primeira hora. O diagnóstico provável é:
Compartilhar