Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Hepatologia

A denominação de hepatite fulminante é dada à insuficiência hepática aguda grave caracterizada pelo aparecimento de encefalopatia hepática, na ausência de comprometimento prévio conhecido de função hepática. Sobre hepatite fulminante, assinale a alternativa incorreta:

A
A mortalidade é decorrente principalmente de hipertensão intracraniana secundária ao edema cerebral.
B
A encefalopatia de grau III e IV é indicação de transplante hepático.
C
A hepatite fulminante por uso de paracetamol (>4 g) pode ser tratada com N-acetilcisteína via oral ou endovenosa.
D
A descompressão portal é contraindicada quando a etiologia da hepatite fulminante é a síndrome de Budd-Chiari.
E
O diagnóstico de hepatite fulminante determina “prioridade zero” para o transplante hepático; ou seja, o paciente se torna o primeiro da lista de receptores.
Convulsões febris simples caracterizam-se por:
Assinale a alternativa que preenche, correta e respectivamente, as lacunas do caso clínico abaixo: Mulher com 34 semanas de gestação é internada no centro obstétrico na fase ativa do trabalho de parto. Os batimentos cardiofetais são 158 bpm, e o feto está em situação ______ com o dorso à esquerda. A dinâmica uterina é forte e regular. Após 5 horas, a dilatação está completa, e o pólo cefálico, em posição occipitoanterior esquerda. A liberação do pólo cefálico ocorrerá em posição _______ e, nesta situação,_______ indicada episiotomia de rotina.
Assinale a alternativa que preenche, correta e respectivamente, as lacunas do caso clínico abaixo: Mulher de 23 anos, tentando gestar pela primeira vez, consultou por ter apresentado cólicas importantes e eliminação de coágulos volumosos há 2 dias. Referiu que há 3 semanas a dosagem ß-hCG fora positiva e a ultrassonografia revelara saco gestacional intrauterino sem presença de embrião. Ao exame físico, observou sangramento vaginal moderado. Ao exame especular, o colo estava aberto e, ao toque, o útero estava amolecido, mas não aumentado. Trata-se provavelmente de um aborto ______ por fatores _______, sendo ________ esvaziamento do útero.
Um paciente obeso, hipertenso controlado com vasodilatadores, alcoolista, não diabético, trabalha 16 horas por dia como vendedor em um bar da periferia. Refere ter no final do dia pernas que incham e pela manhã estão livres do edema. Há 4 dias, pela tarde, iniciou mal-estar geral caracterizado por dor no corpo, principalmente lombar, associando a dor na cabeça. Algumas horas depois apresentava febre alta e calafrios sendo necessário o agasalhamento. Esta situação se seguiu de dor em queimação intensa na perna esquerda, precedida de prurido, e o local se tornou avermelhado, em uma grande placa circinada que envolvia a região desde o pé até próximo do joelho. Houve aumento do volume da perna. Refere que surgiram adenopatias inguinais e se formaram bolhas, sem sangue, na região eritematosa. No caso clínico anterior, que fator pode ser considerado determinante para o aparecimento do quadro clínico febril?
Compartilhar