Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

A doença de Crohn (DC) e a Retocolite Ulcerativa (RCU) são as principais doenças inflamatórias intestinais. São causadas pela interação de fatores genéticos, microbiota intestinal e imunorregulação da mucosa. Em relação à abordagem cirúrgica eletiva em pacientes que sofrem de RCU, são indicações, EXCETO:

A
atraso no crescimento em crianças.
B
manifestações intestinais (pioderma gangrenoso).
C
presença de displasia de alto grau.
D
presença de adenocarcinoma no segmento colorretal.
E
megacólon tóxico.
Mulher de 78 anos, aposentada como professora de ensino médio, portadora de doença arterial coronariana, diabetes e insuficiência renal crônica, é submetida a uma avaliação geriátrica ampla, face a crescente necessidade de ajuda para realizar atividades do dia-a-dia, como fazer compras, cuidar das finanças e da casa, por exemplo. Desde que teve uma acidente vascular cerebral há dois anos, se movimenta com a ajuda de um andador. Atualmente faz uso de aspirina, nitrato, diltiagem, forosemida, enalauril e glipizida. No Mini- Exame do Estado Mental (MEEM), apresentou escore de 23/30. Vive só desde que o marido morreu há 1 ano e conta com a ajuda da sobrinha, que tem uma loja próxima, para conseguir comprar mantimentos, pagar contas, limpar o apartamento e ir ao médico quando necessário. Qual o dado apresentado que deve ser considerado como maior fator de risco para mortalidade, independente de outros, nesse caso?
Paciente com lombalgia, sem história de trauma, atendido no pronto-socorro, com exame neurológico normal e contratura da musculatura paravertebral. A suspeita diagnóstica mais provável se o paciente tiver, respectivamente, 10, 30 e 60 anos de idade, é:
Durante um exame físico de rotina, você encontra ao toque retal um lesão mucosa a cerca de 5 cm da margem anal. Após proceder a sua retirada e tendo recebido o anátomo- patológico que a descreve com um “pólipo adenomatoso” você:
Indique a melhor técnica para a realização de uma anastomose esofágica na atresia de esôfago com fístula traqueoesofágica distal:
Compartilhar