Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

A doença diverticular dos cólons, uma condição rara antes dos 30 anos, mas que se torna comum com o avançar da idade, de modo geral, é assintomática. Os sintomas costumam se apresentar com as complicações. Qual dos abaixo NÃO faz parte das principais complicações?

A
Episódios de inflamação recorrente.
B
Perfuração do divertículo.
C
Sangramentos digestivos de intensidade variável.
D
Abscessos pericólicos e peritonite.
E
Formação de fecaloma.
Paciente masculino, de 64 anos, em consulta com o seu médico de família e comunidade, relata uma história progressiva de dificuldade miccional, com diminuição importante de força no jato urinário. Nega febre, calafrios, prostração e dor pélvica. Refere também episódio de retenção urinária aguda, há duas semanas, que necessitou de sondagem vesical. Ao toque, apresenta próstata aumentada, indolor, tensa e sem nódulos. Assinale a alternativa que contenha a melhor conduta a ser tomada pelo médico:
Paciente de 32 anos de idade, previamente hígido, com história de cólica renal há 2 dias, sem febre e diagnóstico de cálculo de 0,4 cm, localizado no ureter distal esquerdo com hidronefrose leve associada. A tomografia computadorizada de abdome apresenta borramento da gordura perirrenal ipsilateral e o cálculo tem densidade de 1.200 U.H. Qual o tratamento preferencial para esse paciente?
Identifique a alternativa INCORRETA a respeito do cisto do ducto tireoglosso.
Paciente masculino, 10 anos de idade, pesando 32 quilos, soropositivo para HIV de transmissão vertical, apresenta diagnóstico de linfoma abdominal não Hodgkin há 1 semana. Fez quimioterapia há 4 dias. Hoje está hipoativo, hipotenso, desidratado, em anasarca, descorado e referindo dor lombar à direita de forte intensidade. Tem diurese de 8 ml/hora; ureia de 205; creatinina de 4,8; potássio de 6,1; cálcio de 8,2; ácido úrico urinário de 0,75 mg/dl; e gasometria com acidose metabólica. Acerca desse caso, qual é o diagnóstico MAIS provável?
Compartilhar