Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

A dosagem de FSH sérico, no 3º dia do ciclo menstrual, avalia a reserva:

A
hipotalâmica
B
hipofisária
C
suprarrenal
D
folicular ovariana
E
eixo hipotálamo-hipofisário
Um paciente politraumatizado, com ferimento penetrante no abdome produzido por projétil de arma de fogo, foi submetido a uma laparotomia exploradora. Durante a cirurgia, foram corrigidos vários danos às estruturas intra-abdominais. Ainda na sala de recuperação pós-anestésica, o paciente passou a apresentar distensão abdominal, oligúria, acidose metabólica, aumento da pressão venosa central, sinais de hipertensão intracraniana, sinais de insuficiência respiratória com hipercapnia e hipóxia, diminuição da complacência pulmonar e da capacidade residual funcional, além de hipotensão arterial. Qual a hipótese diagnóstica mais provável para este paciente?
Paciente, sexo masculino, 1 ano e 7 meses de idade, é admitido com aumento de volume abdominal há 4 dias, acompanhado de vômitos com eliminação de áscaris, tosse seca intermitente e olhos amarelos há um dia. Nos antecedentes, prematuro (34 semanas), diagnosticada falcemia (SS) pelo teste de triagem neonatal. Ao exame físico, descorado, desidratado, ictérico, afebril, com abdome distendido, hipertimpânico, com ruidos diminuídos, doloroso à palpação, evoluindo com piora da dor abdominal, parada de eliminação de gases e fezes, febre, taquicardia e taquipneia. Leucograma com 16 mil leucócitos, sendo 81% de neutrófilos com 4% de bastões. O diagnóstico mais provável é:
No controle de pacientes diabéticos busca-se atingir níveis de hemoglobina glicada entre 6,0 e 7,0%. No entanto é importante conhecer as situações que geram erros de interpretação deste exame, tais como:
Para examinar o possível papel do Diabetes Mellitus (DM) na etiologia do câncer de pâncreas (CP). Foram investigados 720 pacientes com diagnóstico recente de CP e 720 pacientes internados por outras doenças. Os participantes foram recrutados em três hospitais, durante um período de 02 anos. Entre os pacientes com CP. 64 relataram história prévia de DM (há pelo menos dois anos antes da data de internação). Entre os pacientes com outras doenças, 50 referiram história prévia de DM (também há pelo menos dois anos antes da data de internação). Esse é um exemplo de:
Compartilhar