Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Dermatologia

Dermatologia

A Hanseníase é um problema de Saúde Pública em nosso país, considerado como um dos problemas prioritários para intervenção pelo Pacto pela Vida, que estabeleceu como meta o patamar de eliminação como problema de Saúde Pública, ou seja, menos de 1 caso por 10.000 habitantes em todos os municípios considerados prioritários até 2006. Um desses municípios, com 1.000.000 de habitantes, havia registrado, em janeiro do mesmo ano, 2.000 casos da doença em tratamento. Ao longo do ano, 500 casos novos foram identificados e 300 tiveram alta por cura. Assinale a alternativa CORRETA:

A
A prevalência da hanseníase foi o dobro da incidência nesse ano.
B
A prevalência da hanseníase em 2006 foi três vezes maior que a meta esperada.
C
O coeficiente de incidência representa todos os casos acumulados no ano.
D
O coeficiente de incidência da doença foi 50/10.000 habitantes em 2006.
E
A prevalência representa a intensidade da ocorrência da doença na população.
Recém-Nascido a termo, sexo feminino, grande para a idade gestacional, nascido por parto com auxílio de fórceps. Parto foi prolongado e difícil. Agora está com 24 horas de vida e está ativo e alerta. Não move seu braço esquerdo espontaneamente ou durante o reflexo de Moro, prefere mantê-lo rodado internamente e aduzido, o antebraço está estendido, pronado e o punho está fletido. O restante do exame físico é normal. Qual das seguintes alternativas indica este cenário?
É incorreto afirmar:
M.G.M., 28 anos, GIPOAO, com 40 semanas em trabalho de parto. Apresenta medida do fundo uterino de 38 cm. Na palpação abdominal observa-se hipersistolia, taquissistolia, limite evidente entre o segmento superior e inferior, ligamentos redondos tensos e dolorosos. Ao toque vaginal observa-se colo uterino dilatado 4 cm, ODP; plano -3 De Lee, bolsa íntegra. O diagnóstico é:
Nasce bebê de 34 semanas por cesariana de urgência por DPP. Ao exame, está hipotônico e sem movimentos respiratórios. É colocado em berço aquecido, posicionado, aspirado e secado. Em relação ao atendimento a lhe ser prestado, são apresentadas as seguintes assertivas: I. Após 30 segundos do nascimento, se permanecer em apneia, usa-se adrenalina intra tubo traqueal. II. Oxigênio a 21% na reanimação inicial pode ser tão efetivo quanto oxigênio a 100%, mas com menores riscos da hiperóxia. III. Se a FC permanecer abaixo de 60 bpm após a ventilação, deve-se começar as compressões torácicas na proporção de 5 para cada ventilação. Qual é a alternativa correta?
Compartilhar