Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia Geral

A hipertermia maligna é caracterizada por estado hipermetabólico desencadeado pela exposição a certos agentes inalatórios, ou à succinilcolina. Sobre o tratamento é verdadeiro afirmar que:

A
a hipocalcemia deve ser tratada precocemente.
B
o uso de bicarbonato deve ser retardado.
C
o uso de insulina se faz necessário para diminuir o risco de hiperglicemia.
D
resfriar o corpo com um cobertor resfriador, é perigoso devido ao choque térmico.
E
administrar dantrolene, 2,5 mg/kg (podendo repetir), este indicado.
Paciente feminina, 55 anos, hipertensa e diabética, com história de dislipidemia e com índice de massa corpórea de 48 kg/m², procura atendimento no ambulatório de Cirurgia Bariátrica com desejo de realizar cirurgia de redução de estômago, estando apta para realizar o procedimento após avaliação rigorosa com equipe multidisciplinar. Foi indicado procedimento tipo misto como escolha cirúrgica. Assinale a alternativa que representa esta técnica.
Nara, 16 anos, traz sua filha de 1 mês e 10 dias, Luiza, à Emergência às 6:30h da manhã, com convulsões tonicoclônicas generalizadas que se iniciaram há, aproximadamente, 30 minutos. A criança começou a “se debater” após a última mamada, aproximadamente às 23h do dia anterior e apresentou várias crises semelhantes durante a madrugada. Exame físico: peso 3560 g, FC 136 bpm, FR 48 irpm. Lactente com crise convulsiva tonicoclônica generalizada, acrocianose (++/4+), hipocorada (+/4+), hidratada, anictérica, fontanela anterior plana, normotensa, crânio sem alterações, isocoria e fotorreagência bilateral; ritmo cardíaco regular, boa perfusão capilar periférica, pulmões bem ventilados, roncos esparsos; quatro lesões equimóticas e acastanhadas, arredondadas, em região lombar paravertebral; abdome plano normotenso, fígado a 1 cm do RCD, baço impalpável; genitália compatível com sexo e idade, sem alterações. Luiza nasceu de parto cesáreo por bolsa rota prolongada, APGAR 9/9, PN 2860 g, CN 49 cm e evoluiu sem intercorrências. Nara reside com seu parceiro atual, que não é o pai da criança; tem dúvidas quanto à necessidade de usar complemento ao aleitamento materno porque Luiza chora muito, todos os dias, principalmente nos finais das tardes. A avaliação inicial deve incluir temperatura axilar e:
Paciente, 27 anos, queixa-se de corrimento vaginal abundante, amarelo-esverdeado, bolhoso e com odor fétido. A propedêutica prática para completar o diagnóstico a ser realizada é:
Na emergência pediátrica do IJF havia quatro crianças com DENGUE. Três delas foram internadas com sinais de alarme da doença. Por favor, marque a opção na qual, a princípio, o (a) paciente está com um quadro de dengue clássica:
Compartilhar