Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

A infecção ascendente é a via de contaminação mais comum nos casos de pielonefrite aguda. Nesses casos o agente etiológico em mais de 85% dos casos é:

A
Proteus.
B
Escherichia coli.
C
Pseudomonas.
D
Estafilococos aureus.
E
Cândida albicans.
Escolar de 7 anos com quadro de tosse, febre ( 39ºc) há 4 dias. Procurou o serviço de emergência e ao Rx tórax foi evidenciado pneumonia com derrame pleural em terço inferior direito. Qual o agente etiológico mais provável?
Um recém-nascido a termo, com peso de nascimento de 2900 g, está em aleitamento materno exclusivo, no alojamento conjunto, aguardando a alta materna. No 3º dia de vida, seu peso é de 2600 g e apresenta icterícia até Zona IV de Kramer. O grupo sanguíneo do recém-nascido é O Rh negativo e a bilirrubina total é 17,0 mg/dl. A conduta mais adequada é:
Adolescente com quadro de febre, odinofagia e exsudato em orofaringe. Foi ao posto e então medicado com amoxicilina. Posteriormente, evoluiu com exantema maculopapular disseminado com persistência da febre. O sinal que mais auxilia na confirmação do diagnóstico clínico mais provável é:
Um menino de 4 meses de vida é internado em enfermaria de pediatria com diagnóstico de bronquiolite. Dos abaixo citados, o agente mais comum desta doença é:
Compartilhar