Questões na prática

Clínica Médica

Nefrologia

A insuficiência renal aguda pré-renal se caracteriza por apresentar:

A
Sódio urinário menor que 20 mEq/L
B
Excreção fracionada de sódio acima de 2
C
Osmolaridade urinária abaixo de 350 mOsm
D
Relação ureia/creatinina menor que 20
E
Densidade urinária abaixo de 1010
Homem de 22 anos, vítima de trauma automobilístico é trazido ao hospital pelo resgate. Após a avaliação e estabilização iniciais, detecta-se desalinhamento ao nível da coxa no membro inferior direito e ausência de pulsos distais neste membro. Após as avaliações necessárias foi indicada reconstrução arterial. A alternativa que descreve a forma de reconstrução recomendada é:
Mulher de 28 anos sem queixas gastrintestinais. Apresentou quadro de cólica nefrética, quando realizou ultrassonografia (USG) de abdome total em um serviço de urgência. Durante o exame identificou-se lesão nodular hepática, isoecogênica, medindo 27 mm, localizada no segmento 3. A paciente não relatava comorbidades ou histórico de hepatopatia. Foi solicitada tomografia computadorizada (TC) de abdome com contraste endovenoso para complementação diagnóstica que confirmou o achado do USG, identificando nódulo hepático no segmento 3, medindo 25 mm, com captação homogênea do contraste na fase arterial, contornos bocelados e bem definidos. O restante do parênquima apresentava aspecto normal. Exames laboratoriais indicavam função hepática normal. Identifique a alternativa correta:
Homem de 76 anos de idade, sem queixas urinárias, fez exame de rotina, constatando-se PSA = 4,1 ng/ml (normal até 2,5 ng/ml). Toque prostático revelou próstata amolecida, sem nódulos e biópsia prostática comprovou a presença de adenocarcinoma local, escore de Gleason 3+3. Estudo de ressonância multiparamétrica de pélvis e cintilografia óssea revelaram-se normais. Em relação a este caso, podemos afirmar que:
Mulher de 55 anos de idade, hipertensa e tabagista. Refere que há 6 meses iniciou quadro de dor progressiva na panturrilha direita ao deambular, impedindo mais de 300 metros de caminhada. Ao exame clínico apresenta pulso femoral presente, pulsos poplíteo e distais ausentes no membro afetado. Traz consigo exame de duplex scan mostrando oclusão de artéria femoral no canal dos adutores e fluxo reduzido em artérias distais. Além de cessar o tabagismo, qual a conduta?
Compartilhar