Questões na prática

Clínica Médica

Hepatologia

A lesão do ducto biliar, durante colecistectomia vídeo-laparoscópica, ocorre mais comumente:

A
Na dissecção do triângulo de Callot.
B
Na dissecção da junção do ducto cístico com infundíbulo da vesícula biliar.
C
Pelo uso de laparoscópio de 30 graus.
D
Na retração lateral da vesícula biliar e infundíbulo.
E
Na realização de colangiograia intraoperatória.
Paciente de 74 anos possui cálculo radiopaco observado na radiografia de abdome, de 1,9 cm em cálice superior de rim esquerdo. Relata dor lombar esporádica do mesmo lado, sem hidronefrose, sem febre ou outros sintomas. Das alternativas possíveis qual o melhor tratamento para esse caso?
Menino de 4 anos de idade vem em consulta com aparecimento de massa abdominal. Seus pais notaram que ele tem sido cada vez mais letárgico ao longo das últimas semanas. Referem palidez e que recentemente começou a tomar longos cochilos à tarde. Seu apetite tem sido pobre e ele perdeu 2 quilos nos últimos 2 meses. Ao exame físico, a criança é magra e descorada. Ausculta pulmonar clara com igualdade de sons de respiração. Seus batimentos cardíacos estão normais. Durante avaliação abdominal identificada grande massa sob a margem costal esquerda que é firme e imóvel. O diagnóstico mais provável é:
Em urologia um diagnóstico corriqueiro é o de nefrolitíase. Os distúrbios metabólicos que podem contribuir para a formação de cálculos renais são, EXCETO:
Homem de 65 anos procurou o pronto-socorro com queixa de dificuldade miccional há três anos, caracterizada por micção com jato fraco e gotejamento terminal, intervalo miccional diurno de aproximadamente uma hora e nictúria de quatro vezes por noite. Há uma semana refere aumento da frequência miccional com micções a cada 10 minutos em pequena quantidade e jato urinário reduzido. Há dois dias apresenta quadro de fraqueza e vômitos. Ao exame físico, apresenta-se afebril, eupneico, pulso = 8 bpm; PA = 150 x 100 mmHg; globo vesical palpável na altura da cicatriz umbilical e o toque retal revelou próstata aumentada com nódulo endurecido de cerca 8 mm na base do lobo lateral D. Os exames complementares revelaram ureia = 90 mg/dl; creatinina = 8,5 mg/dl; sódio = 142 mEq/L e potássio 4,8 mEq/L. A ultrassonografia mostrou bexiga de esforço com resíduo pós-miccional de 400 ml e próstata com peso aproximado de 70 g, além de uretero-hidronefrose bilateral. A melhor conduta inicial consiste em:
Compartilhar