Questões na prática

Clínica Médica

Hepatologia

A maioria dos tumores benignos do fígado são assintomáticos e são achados incidentais em ultrassonografia de abdome. Para diagnóstico diferencial de tumores sólidos, faz-se necessário a realização de exames contrastados como tomografia computadorizada e ressonância magnética. Um nódulo de 5 cm com hipercaptação de contraste na fase arterial e com uma cicatriz central em uma mulher de 40 anos é altamente sugestivo de:

A
Adenoma hepático.
B
Hemangioma.
C
Hiperplasia nodular focal.
D
Carcinoma fibrolamelar.
E
Hamartoma.
A presença de hifas no esfregaço de células vaginais indica:
Ao exame físico de uma criança de 4 meses de idade, qual dos reflexos abaixo não deve ser mais observado?
Sr. Antônio, 62 anos, com febre diária indicada há um mês e dor em primeiro pododáctilo direito. É portador de prótese metálica mitral há 15 anos e tem fibrilação atrial crônica. Faz uso de anticoagulante oral. Vinha em classe funcional II da NYHA, tendo sofrido AVE hemorrágico há 4 meses. Sinais vitais: Tax - 38°C; PA - 120/80 mmHg; FC - 100 bpm. Exame físico: bom estado geral, palidez cutânea, eupneico, exame neurológico, pulso carotídeo e pressão venosa normais. RCR 2T. Sopro holossistólico 2++/6+ em ponta; ausculta pulmonar normal, presença de eritrocianose em primeiro pododáctilo. Ecocardiograma evidencia múltiplas imagens aditivas filamentares aderidas ao anel da prótese mitral e regurgitação paraprotética grave, aumento atrial esquerdo, leve aumento do VE, com função sistólica preservada e pressão sistólica na artéria pulmonar de 58 mmHg. O procedimento adequado, além de colheita de hemoculturas é:
Em relação à síndrome de lise tumoral podemos afirmar:
Compartilhar