Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

A metodologia considerada padrão ouro para o diagnóstico de uma infecção urinária é:

A
Coleta com o saquinho coletor.
B
Cateterismo vesical.
C
Vesicostomia.
D
Punção supra-púbica.
E
Coleta do jato médio.
São complicações da nutrição parenteral, EXCETO:
Qual é a anomalia congênita mais frequente do trato gastrointestinal:
Paciente do sexo feminino, 32 anos, vítima de capotamento de automóvel, trazida ao PS pelos bombeiros que referiram dificuldade para retirá-la dos destroços. Os bombeiros referiram que a paciente tinha o nível de consciência rebaixado, não abria os olhos, nem após estímulo doloroso, emitia sons ininteligíveis e só movia os membros sob estímulo doloroso. Foi admitida entubada e sob ventilação com ambu e oferta de O2 e infundido 21 de Ringer Lactato no local do acidente. Ao exame físico o tórax apresentava escoriação em hemitórax esquerdo, com discreta crepitação palpável. O murmúrio vesicular era moderadamente diminuído à esquerda. O pulso é filiforme , 120 bpm e a PA 50x50 mm/Hg. Foi observada à esquerda e a pupila esquerda se encontrava dilatada. A bacia era estável, porém havia deformidade e aumento do volume da coxa esquerda. Assinale a alternativa correta:
Paciente vítima de briga de bar apresentando inúmeros ferimentos de arma branca em tórax e abdome, um deles com evisceração. Apresentava-se eupneico e com o murmúrio vesicular normal em todo o campo pulmonar e as bulhas cardíacas estavam normofonéticas. A radiografia de tórax não evidenciou pneumotórax. Foi levado à laparotomia exploradora onde foram evidenciados inúmeras perfurações em estômago, jejuno e cólon, sem hemorragia intra-abdominal significativa. Após 1 hora de procedimento cirúrgico, o paciente apresentou hipotensão severa que não respondeu à reposição volêmica com cristalóides. Marque a resposta correta.
Compartilhar