Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Ginecologia

A ocorrência de DIP II (tardio) observada na cardiotocografia intraparto indica:

A
resposta fisiológica à hiperventilação materna durante a contração uterina
B
resposta fisiológica fetal à redução de fluxo nas artérias umbilicais na vigência da contração uterina
C
reflexo vagal por compressão do polo cefálico durante a contração uterina
D
compressão da veia umbilical durante a contração uterina
E
estase do espaço interviloso e asfixia fetal por insuficiência uteroplacentar aguda
Sobre distúrbios respiratórios do período neonatal, está INCORRETO afirmar que:
Sobre a utilização da ecografia torácica no manejo das efusões pleurais parapneumônicas em pacientes pediátricos, podemos considerar como limitação(ões) intrínseca (s) do método diagnóstico:
Pedro, 2 anos de idade, chega ao PS com história de febre alta há 1 dia associada a vômitos e queda do estado geral. Ao exame físico, apresentava-se em mau estado geral, má perfusão periférica, sem sinais meníngeos e sem déficits neurológicos focais e presença de petéquias em face e tronco. Realizada coleta de LCR por punção lombar, obtivemos o seguinte resultado de exame: 200 leucócitos por mm³, sendo 80% neutrófilos, proteinorraquia de 40 mg/dl e glicorraquia de 50 mg/dl. Em relação ao diagnóstico, o mais provável é:
Paciente de 45 anos chega ao pronto-socorro com hematêmese e melena com 4 horas de duração. Apresenta diagnóstico de cirrose por vírus C com uso regular de espironolactona e furosemida. Na admissão, PA 90/60, FC 88 bpm, Fr 22 ipm. Em relação ao caso, é correto afirmar:
Compartilhar