Questões na prática

Clínica Médica

Cirurgia

Gastroenterologia

Cirurgia do Trauma

A ocorrência de náuseas e vômitos no pós-operatório é causa frequente de desconforto para os pacientes. Sobre os vômitos, podemos afirmar, EXCETO:

A
A estimulação dos receptores de Serotonina 5-HT3 leva à liberação de Dopamina, que, por sua vez, estimulam receptores D2 da Dopamina no Centro do Vômito, ativando a sequência emética.
B
Durante o vômito, a contração peristáltica retrógrada tem início no jejuno.
C
A ocorrência de vômito no pós-operatório é mais comum em mulheres.
D
A Metoclopramida é uma substância inibidora do receptor 5-HT3 e a Ondasentron é um antagonista do receptor D2 da Dopamina.
Em Santa Catarina, o “teste do pezinho” inclui a dosagem da tripsina imunorreativa. Concentrações acima dos limites normais são sugestivas de fibrose cística, doença caracterizada por infecções pulmonares de repetição, desnutrição e diarreia crônica. Sobre a terapêutica, podemos afirmar que:
Acerca da avaliação e do tratamento de pacientes politraumatizados, julgue o item subsequente. É necessária a avaliação radiológica de toda a coluna vertebral dos pacientes com fratura da coluna cervical, pois cerca de 10% deles apresentam uma segunda fratura.
Com relação aos critérios de algumas patologias, julgue o item. Os sinais e sintomas clínicos da febre reumática surgem em média após uma a três semanas da infecção estreptocócica da orofaringe. Fazem parte dos critérios menores de Jones (modificados em 1992) febre, artralgia, provas reumáticas de fase aguda elevadas (VHS e PCR) e prolongamento do espaço P.R.
A apresentação clínica mais comum da iridociclite crônica em crianças com artrite idiopática juvenil oligoarticular é:
Compartilhar