Questões na prática

Pediatria

Neuropediatria

A paralisia cerebral é definida como um distúrbio motor não progressivo de início na primeira infância, envolvendo um ou mais membros, resultando em espasticidade ou paralisias musculares. Qual dos seguintes fatores NÃO encontra associação direta com a patologia?

A
Parto a fórcipe;
B
Prematuridade;
C
Baixo peso ao nascimento;
D
Baixo peso placentário.
Paciente feminina tem 26 anos. Menarca aos 13 anos com ciclos regulares de 28 dias. Iniciou relações sexuais aos 16 anos, refere ter tido dois parceiros e estar namorando fixo há 1 ano. Fez uso de anticoncepcionais orais dos 17 aos 25 anos, quando trocou a anticoncepção por anel vaginal. Nos últimos 4 meses, não está fazendo uso da anticoncepção, porque refere esquecer de comprar medicamento e mantém relações sexuais desprotegida. Não sabe informar a data da última menstruação e traz exame de gravidez positivo. Ao exame físico, apresenta PA 130x80 mmHg, FC; 80 bpm, Tax: 36,8C, altura 1,58 m e peso 56kg. Ao exame ginecológico, sem anormalidades, e o toque vaginal apresenta útero aumentado e consistência amolecida. Foram solicitados exames laboratoriais e retorno em uma semana. Retornou com exames: tipagem saguinea B, Rh positivo, VDRL negativo, EAS com esterases leucocitárias, urocultura positiva (> 1000 unidades), hemoglobina 11,5g%, glicemia de jejum 80mg/dl, anti-HIV não reagente, toxoplasmose IgG e IgM negativos. Em relação aos exames apresentados, considere as seguintes alternativas de conduta: I - Solicitar o teste e coombs indireto na primeira oportunidade de identificação de incompatibilidade. II - Tratar paciente com ampicilina ou nitrofurantoína para infecção de trato urinário e proceder uma nova urocultura em 7 a 10 dias após o término da medicação e a cada 2 meses até o parto. III - Solicitar teste de avidez funcional da IgG para toxoplasmose e dar as seguintes orientações: evitar a ingestão de carnes malcozidas, proteger as mãos a lidar no jardim, lavar bem as frutas e verduras e evitar contatos com animais (gatos). Quais estão corretas?
Paciente masculino 21 anos, é trazido ao pronto-atendimento após impacto em região pré-tibial e tornozelo esquerdo. Ao exame físico da região pré-tibial observa-se: dor e crepitação óssea à palpação e deformidade óssea visível. No exame do tornozelo observa-se: dor, aumento de volume local e acentuada limitação funcional. Não houve possibilidade de verificar a mobilidade para o lado contrário do ligamento pela dor informada. Assinale a alternativa que contém os diagnósticos atribuídos a cada parte afetada e manejo inicial.
No idoso, a ocorrência de retenção urinária, hipotensão postural, sintomas extrapiramidais e claudicação intermitente podem estar relacionados ao uso, respectivamente, de:
Um paciente de 35 anos portador de miocardiopatia dilatada idiopática, com fração de ejeção do ventrículo esquerdo de 0,35 é admitido com piora de falta de ar aos pequenos esforços. Está em uso regular diário de captopril 150 mg, carvedilol 50mg, espironolactona 25 mg, com boa tolerância e adesividade ao tratamento. Apresenta-se levemente dispneico com estase jugular, pulso rítmico com 88 bpm, PA: 110 X 60mmHg, sopro sistólico suave em área mitral, murmúrio vesicular reduzido na base direita, fígado palpável a 2 cm do rebordo e edema +++ de membros inferiores sem sinais de TVP. Qual a melhor opção terapêutica?
Compartilhar