Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Hepatologia

A peritonite denota uma inflamação peritoneal por vários motivos. A peritonite bacteriana primária ou espontânea pode ocorrer sob a forma de infecção bacteriana difusa sem uma fonte intra-abdominal óbvia de contaminação. São os agentes mais comuns em crianças e adultos, respectivamente:

A
Pneumococcus + Streptococcus hemolítico e E. coli + Klebsiella.
B
Stafilococcus aureus + Pseudomonas e Proteus + Clostridium.
C
E. coli + Pseudomonas e Streptococcus hemolítico + Stafilococcus.
D
Moraxella + Pneumococccus e Klebsiella + Streptococcus hemolítico.
E
E. coli + Klebsiella e Pneumococcus + Clostridium.
Homem de 35 anos de idade trabalha sem registro em carteira em uma fábrica de confecção. Há um mês apresenta tosse, febre e emagrecimento. Procurou o pronto-socorro da região onde foi diagnosticada tuberculose pulmonar com baciloscopia positiva. A conduta do médico do pronto-socorro deve ser:
A queixa mais frequente do paciente acometido por câncer colorretal é:
Pré-escolar de 1 ano e oito meses, 9400 g, apresenta diarreia há 2 meses com perda de 1600 g, tendo sido amamentado exclusivamente ao seio até o 5º mês de vida. As fezes são líquidas, 3 a 4 episódios por dia, a criança se alimenta normalmente, tem moderada distensão abdominal, e é nítida a diminuição da massa muscular. Endoscopia com biópsia jejunal demonstrou padrão de atrofia vilositária e hipertrofia de criptas. A medida mais adequada para o esclarecimento diagnóstico do quadro histopatológico referido é:
Considerando a importância da avaliação clínica e laboratorial pré-operatória no preparo de pacientes para operações eletivas, julgue o item a seguir. A dosagem de glicemia de jejum é mandatória em pacientes com colelitíase, em decorrência da elevada prevalência de intolerância à glicose nesses pacientes.
Compartilhar