Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Endocrinologia

Hepatologia

A portaria 1.160/2006 do Ministério da Saúde definiu o sistema MELD (Model for End-stage Liver Desease) como critério para seleção de receptores de fígado de cadáver. Esta recente mudança trouxe maior agilidade no transplante de fígado nos pacientes mais graves. Sobre o transplante hepático e o Sistema MELD, assinale a alternativa incorreta.

A
A rejeição aguda ao enxerto é extremamente grave, porém rara.
B
O MELD varia em uma escala crescente de gravidade entre seis e quarenta e prevê a urgência de um transplante nos 3 meses subsequentes à avaliação.
C
Para o cálculo do MELD são considerados os valores da bilirrubina sérica, creatinina e tempo de protrombina pela razão normatizada internacional.
D
O momento ideal do transplante é quando o paciente tem sobrevida inferior a 50% em um a dois anos e doença multissistêmica instalada.
E
Este modelo foi originalmente desenvolvido para determinar o prognóstico de pacientes com cirrose hepática submetidos à anastomose portossistêmica intra-hepática transjugular (TIPS).
No tratamento do linfedema está indicado drenagem linfática:
Na embolia arterial, quais são os achados arteriográficos esperados?
Sobre o câncer de próstata podemos afirmar:
Mulher, 30a, com cólica renal esquerda há dois dias, dá entrada no Pronto Atendimento com febre de 39 °C e intensa dor lombar esquerda, com sinal de Giordano positivo. Trazia tomografia computadorizada de abdome sem contraste realizada no dia anterior, que mostrava um cálculo ureteral distal esquerdo de 6 mm de diâmetro associado a hidronefrose moderada, com densidade de 750 UH e distância pelecálculo de 7 cm. Realizou exame de urina que demonstrou leucocitúria acentuada e nitrito positivo. Após tratamento da dor e da febre, coleta de urocultura e hemocultura e início de antibioticoterapia, a conduta é:
Compartilhar