Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

A pré-eclâmpsia ainda é responsável por altos índices de mortalidade materna e perinatal. Dentre as afirmativas abaixo sobre o tema, assinale aquela que considere correta.

A
O excesso de ganho de peso materno na gestação é o seu principal fator de risco.
B
As gestantes previamente hipertensas são menos sujeitas a pré-eclâmpsia.
C
A pressão diastólica acima de 110 mmHg caracteriza a crise hipertensiva, sendo o nitroprussiato de sódio 0,25 mg/kg/min a droga de escolha nessa eventualidade.
D
A síndrome HELLP é caracterizada laboratorialmente por proteinúria > 2 g, bilirrubina total > 2 mg%, plaquetas < 150.000 e esfregaço periférico com raros esquizócitos.
E
O tratamento da eclâmpsia deve ser realizado com hidralazina, Sulfato de Magnésio 2 g/hora EV com controle rígido da diurese antes da interrupção da gestação.
Paciente com história de múltiplas cirurgias apresentou, no décimo dia pós-operatório de laparotomia para lise de aderências, drenagem espontânea de secreção entérica pela incisão. O volume total foi de 570 ml em 24 horas. Diante deste quadro, assinale a assertiva incorreta.
Paciente do sexo feminino, 7 anos de idade, com história de artrite em joelho e punho esquerdo, tornozelo direito há sete dias. Com duração de três dias em cada articulação. Há dois dias apresenta dor precordial e cansaço aos grandes esforços. Nega antecedente infeccioso. Ao exame apresenta de positivo: taquicardia (130 bpm) sopro holosistólico em foco mitral com irradiação para a axila e artrite em tornozelo direito. Qual o diagnóstico mais provável?
Sinal de Cullen, dor abdominal e sinal de Grey-Turner, levantam a hipótese diagnóstica de qual doença?
Criança de dois anos apresenta manchas hipocrômicas em tronco e face, placas queratóticas foliculares em joelhos e cotovelos e prurido. O diagnóstico MAIS PROVÁVEL é:
Compartilhar