Questões na prática

Clínica Médica

Nefrologia

A presença de placa fibrosa na albugínea do corpo cavernoso denomina-se:

A
Priapismo simples
B
Priapismo albus
C
Doença de Peyronie
D
Doença de Queyrat
E
Condiloma acuminatum penis
Paciente do sexo feminino de 24 anos vem à consulta urológica com um histórico prévio de dor lombar esquerda há cerca de 1 ano. Refere quadros de infecção urinária de repetição, os quais “nunca curaram com antibiótico” (sic). Relata que apresenta pelo menos 4 episódios de infecção urinária por ano desde os 16 anos de idade. No exame físico, apresenta discreto desconforto à palpação da loja renal esquerda. Traz consigo uma tomografia computadorizada de um mês atrás que mostra um cálculo coraliforme parcial (envolvendo a pelve renal e os cálices inferior e médio) do lado esquerdo, com 3,2 cm no maior eixo, com discreta hidronefrose. Rim direito normal, bexiga normal. Não se evidenciam cálculos no ureter. Considerando que atualmente a paciente não apresenta infecção urinária e seus exames laboratoriais são normais, qual é a melhor opção de tratamento?
O Triângulo de Hesselbach tem como limites superolateral, medial e inferior, respectivamente as seguintes estruturas anatômicas:
Analise os conceitos abaixo sobre luxações e imobilização de fraturas e assinale aquele (s) que se apresenta (m) em desacordo com o tratamento ideal? I - O edema é um fenômeno normal após traumatismos e pode levar ao comprometimento da circulação da extremidade se a imobilização for inadequada ou excessivamente compressiva. II - Antes da aplicação de qualquer imobilização, gessada ou não, devem ser avaliadas as condições de pele, os edemas e as manobras a serem efetuadas, pois o tipo de imobilização escolhido, a posição e as moldagens devem ser programadas em função dessas condições. III - Após a imobilização, o paciente e seus familiares precisam ser informados dos riscos e dos cuidados a serem tomados, e, caso apareçam sinais compressivos de dor, cianose, isquemia e alterações da sensibilidade, o paciente deve ser observado em casa e somente retornar ao hospital caso esses sintomas permanecerem por, no mínimo, seis horas. IV - A luxação de cotovelo é uma lesão que ocorre com mais freqüência em indivíduos jovens e se apresenta com um diagnóstico fácil através da história clínica e com auxílio do RX. O seu objetivo de tratamento visa uma imobilização primária com tala gessada, seguida de observação por 24 horas, e redução no centro cirúrgico após a diminuição do edema. Referência: COHEN, M.; MATTAR JR, R.; JESUS-GARCIA FILHO, R. e colaboradores - Tratado de Ortopedia, Editora Roca, 2007.
Pais de menina de 24 meses informam que a filha fala apenas 5 a 10 palavras juntas, apesar de lhe ensinarem com frequência. Brinca sozinha, ainda que na presença de outras crianças. Em relação ao caso, são apresentadas as assertivas a seguir: I. Falar 2 ou 3 palavras juntas, aceitar outras crianças, mas brincar isoladamente são marcos esperados nesta idade; II. O teste Denver II não pode ser aqui utilizado, pois é programado para crianças de até 12 meses; III. A conduta correta é iniciar investigação neuropsicológica para estimular o desenvolvimento precoce da menina. Qual a alternativa correta?
Compartilhar