Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

A principal causa etiológica do adenocarcinoma do esôfago distal e da cárdia relaciona-se com:

A
crescimento por continuidade.
B
estenose pilórica.
C
doença do refluxo gastroesofágico.
D
antrectomia prévia.
E
gastrite atrófica.
Associe as estruturas vitreas embrionárias com as correspondentes no adulto. Vítreo secundário:
Homem de 68 anos, sem comorbidades, totalmente assintomático, procura urologista para realizar exame da próstata. Ao exame físico apresenta próstata de 50 gramas, fibro-elástica, sem nódulos. PSA = 4,2 ng/dL. Submetido à biópsia prostática que revelou adenocarcinoma de próstata Gleason 6 (3+3) em 5% de 2 fragmentos entre 12 analisados. Assinale a alternativa correta:
Mulher, 68 anos, diabética e hipertensa com quadro de hemiparesia a esquerda há 15 dias com reversão espontânea do quadro em menos de 24 h. Realizado exames complementares em caráter ambulatorial, e dentre eles uma angiorressonância, que evidenciou estenose de cerca de 90% da artéria carótida externa esquerda e calcificações com oclusão total da artéria carótida interna direita. Artérias carótidas comuns e interna esquerda com placas irregulares, mas sem alteração de velocidade de fluxo. Qual a melhor conduta para este caso?
Paciente de 70 anos, sexo feminino, tabagista e diabética, com história de claudicação intermitente em Membro Inferior Esquerdo (MIE) para menos de 1.000 metros. Há 12 horas, com dor contínua em MIE, diminuição de temperatura local, palidez e dor. Apresenta pulso femoral presente e ausência dos demais pulsos distais bilateralmente. O exame cardiológico é normal, dextro 135. Qual a principal hipótese diagnóstica?
Compartilhar