Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

A punção de macrocisto, recidivado em paciente de 42 anos de idade, aspirou 18 ml de líquido hemorrágico. A conduta adequada para o caso apresentado é:

A
reavaliar pela mamografia e/ou ultrassonografia semestrais.
B
medicar com tamoxífeno 10 mg/dia.
C
ressecar a lesão para estudo histopatológico.
D
controlar anualmente, se a citologia for negativa.
E
repetir a punção com três meses.
<p>Os derrames pleurais são classificados em Transudatos e Exsudatos, com base nas suas concentrações de proteína e de lactato desidrogenase (LDH) no líquido. Quanto a sua etiologia podemos presumir se o derrame é transudativo ou exsudativo. Assim, qual das opções abaixo dará derrame pleural transudativo?</p>
Um idoso, até então assintomático, realiza uretrocistoscopia na investigação de episódio único de hematúria macroscópica. Seis semanas após retorna à consulta, agora referindo febre baixa e dor em região dorsal, com sensibilidade pronunciada a digito pressão da 12ª vértebra dorsal. RX simples evidencia apenas redução do espaço discal entre T12 e L1. Urocultura estéril. VHS 40 mm na 1ª h., Hb 11,8 g%, com hemácias normocíticas e normocrômicas. Indique a opção diagnóstica mais provável.
A Síndrome de Gilles de la Tourette, que frequentemente tem como comorbidade o transtorno obsessivo compulsivo e/ou o distúrbio da deficiência da atenção, com ou sem hiperatividade,está relacionada a:
Um paraplégico sob cateterismo vesical crônico desenvolve cálculo urinário visível ao Rx simples de abdômen. Seu exame de urina identifica piúria, raras hemácias e presença de flora bacteriana. É mais provável que aquele cálculo seja composto principalmente por:
Compartilhar