Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia Pediátrica

A respeito da estenose hipertrófica do piloro, é correto afirmar:

A
Piloro miotomia extramucosa é a técnica utilizada na terapia cirúrgica.
B
É mais frequente em prematuros.
C
Alterações metabólicas, como alcalose hipoclorêmica, são raras.
D
A frequência da doença é maior em meninas.
E
O diagnóstico obrigatoriamente é feito com estudo radiológico contrastado.
A obstrução arterial aguda periférica secundária a aterosclerose obliterante ocorre mais frequentemente na artéria:
A coartação de aorta é um defeito congênito comum, representa 8% das cardiopatias congênitas, caracteriza-se por estreitamento da aorta descendente logo após o arco aórtico, entre a emergência da artéria subclávia esquerda e o local de inserção do canal arterial ou ligamento arterioso, podendo ser classificada como pré-ductal e pós-ductal, conforme sua posição em relação ao canal arterial. Em relação a anomalias extracardíacas, tem sido associada a várias síndromes, tais como:
Um paciente do sexo feminino, de 50 anos de idade, portador de diabetes mellitus tipo II, em tratamento com hipoglicemiante oral, glicemia pré-operatória de 95 mg/dl e Hemoglobina Glicada de 5%, será submetido à colecistectomia videolaparoscópica. De acordo com a Classificação do Estado Físico da American Society of Anesthesiologists (ASA), a classe na qual se enquadra o paciente é:
O estridor é a característica mais predominante da obstrução de vias aéreas na criança. Entre as doenças listadas abaixo, todas são causas relativamente frequentes de estridor em crianças abaixo de 6 meses de idade, EXCETO:
Compartilhar