Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Neurologia

Ortopedia

Ortopedia

A Ressonância Nuclear Magnética está contraindicada para pacientes que possuem:

A
clip vascular metálico intracraniano.
B
corpo estranho metálico intraocular.
C
prótese metálica recém-colocada.
D
marca-passo.
E
todas as anteriores.
A transposição das grandes artérias é a cardiopatia cianogênica mais comum no período neonatal. Nessa anomalia, a aorta emerge do ventrículo morfologicamente direito e a artéria pulomonar, do esquerdo. As circulações pulmonares e sistêmicas estão em paralelo não em série, como ocorre normalmente. Essa condição seria incompatível com a vida se não houvesse mistura intercirculatória por uma comunicação interatrial, interventricular ou pelo canal arterial. Entre os principais achados do exame físico em pacientes com transposição das grandes artérias não associada à comunicação interventricular são:
Na obstrução arterial aguda embólica, o fator mais importante que determina a evolução da isquemia é:
Um jovem apresentando convulsão generalizada, hipertensão arterial, taquicardia e midríase. Esses estigmas sugerem uso prévio de:
Recém-nascido com 33 semanas de idade gestacional, com peso de nascimento de 1440g, evolui com insuficiência respiratória, imediatamente após parto cesariana por doença hipertensiva específica da gestação. Gestante recebeu betametasona 24 horas antes do parto. O neonato apresentou gemência, tiragem intercostal, taquipnéia e cianose central. Qual o provável diagnóstico da doença do neonato?
Compartilhar