Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

A Sífilis é uma doença infectocontagiosa de evolução sistêmica e crônica. Estima-se que mais de novecentos mil casos novos ocorram a cada ano no Brasil. Na gravidez é considerada de extrema gravidade, e seu tratamento adequado é de fundamental importância. Levando-se em consideração o tratamento adequado da sífilis na gravidez, assinale a correta:

A
O tratamento é adequado quando feito com penicilina ou eritromicina nos casos de alergia medicamentosa à penicilina.
B
O tratamento deve ser finalizado pelo menos 24 horas antes do parto.
C
O parceiro sexual não necessariamente precisa de tratamento durante a gravidez, desde que a paciente prometa que não terá relações sexuais com o mesmo.
D
A reação de Jarish-Herxheimer deve ocorrer após a primeira dose treponemicida e é um sinal necessário à caracterização clínica de cura.
E
O seguimento deverá ser feito com a titulação mensal do VDRL, sendo considerado tratamento adequado quando há queda do mesmo em 30 dias.
Um menino de 5 meses, eutrófico, recebendo aleitamento materno com exclusividade, é trazido à unidade básica de saúde por dores abdominais intensas, progressivas e intercaladas com períodos de acalmia. Ao exame físico, está afebril, hidratado, pálido, com distensão abdominal, ruídos hidroaéreos aumentados difusamente e sem visceromegalias. Suas fezes são acompanhadas de muco e raios de sangue. O diagnóstico mais provável, nesse caso, é:
Assinale a alternativa CORRETA.
Em relação à pancreatite aguda biliar, são feitas as seguintes afirmações: I. Níveis elevados de amilase estão associados a casos graves de pancreatite ou complicações infecciosas. II. Coleções peripancreáticas estéreis e necrose pancreática sem evidência de infecção se beneficiam de abordagem cirúrgica precoce. III. Após a resolução do quadro inflamatório, deve ser realizado a colecistectomia para evitar novos episódios de pancreatite. Quais são corretas?
Uma adolescente é atendida em um pronto-socorro, em estado geral grave. O médico plantonista constata diagnóstico de gravidez ectópica (tubárea) com hemorragia. A paciente evolui pra um quadro clínico de choque. Nesse caso, qual é a melhor conduta?
Compartilhar