Questões na prática

Ortopedia

A síndrome do desfiladeiro torácico refere-se à compressão dos vasos subclávios e dos nervos do plexo braquial na região do desfiladeiro torácico. A clínica inclui, em mais de 90% dos casos, sintomas de origem neurais. Quando do exame físico realizam-se manobras clínicas provocativas para avaliação destes pacientes. O teste que provoca uma compressão das estruturas neurovasculares na região subcoracoide pelo tendão do peitoral, pela cabeça do úmero ou pelo processo coracoide é conhecido como teste de:

A
Halsted ou costoclavicular
B
Wright ou hiperabdução
C
Roos ou abdução do braço em 90 graus
D
Tinel ou percussão do nervo
E
Phalen ou flexão do cotovelo e punho
Uma mulher de 30 anos, com queixa de diplopia e fraqueza nos braços e pernas, apresenta paresia do VI par craniano, diminuição de força proximal de membros superiores e inferiores e anticorpo antirreceptor de acetilcolina positivo. O diagnóstico MAIS PROVÁVEL é de:
Que eletrólito é mais importante na reposição do grande queimado ? Referência: MARCONDES, E. Pediatria Básica - tomo II - São Paulo: Sarvier, 2003
Na torção testicular podemos AFIRMAR que: Referência: SCHWARTZ, S. I. , SHIRES, T. , SPENCER, F. C. Princípios de Cirurgia. Rio de Janeiro. Editora Guanabara-Koogan. 2003.
Mulher 29 anos, apresenta ferimento em úlcera no nariz que se iniciou pequena, arredondada, profunda e com borda avermelhada, crescendo progressivamente. Não teve redução com o uso de medicamentos cicatrizantes comuns. Refere ter visitado Santarém e arredores há cerca de três meses. Após suspeita houve identificação do parasito em esfregaço da raspadura da lesão e teste de Montenegro positivo. O exame a ser realizado e o tratamento de primeira escolha é:
Compartilhar