Questões na prática

Clínica Médica

Pneumologia

A síndrome paraneoplásica é uma condição frequente no carcinoma de pulmão. Dentre as situações apresentadas abaixo a que não pode ser associada a ela é:

A
“clearance de água livre” diminuído.
B
manifestações trombóticas.
C
hiperpotassemia.
D
neuromiopatias.
E
hipercalcemia.
Paciente, sexo feminino, 25 anos de idade, com fissura anal posterior crônica, já tendo feito uso de formadores de bolo fecal, nifedipina e nitrato tópicos anais, sem melhora. Realizou manometria anorretal com acentuada hipertonia esfincteriana. A conduta CORRETA a ser tomada é:
Recém-nascido de parto vaginal, período expulsivo prolongado, apresenta Apgar de 6 e 9, peso de 3.850g, comprimento de 50 cm, PC de 41 cm, PT de 34 cm. Tem boa evolução, e a única alteração observada no exame físico completo com 12 horas de vida é uma grande bossa serossanguínea. A conduta a ser tomada para este recém-nascido é:
Em caso de lactente com irmão portador de leucemia em tratamento quimioterápico, deve ser contraindicada a vacina:
Recentemente, estudiosos publicaram alguns marcadores como sinais maiores e menores para classificar um lactente com sibilância recorrente como asmático. Qual contém sinais maiores?
Compartilhar