Questões na prática

Clínica Médica

Hematologia

A síndrome torácica aguda é uma manifestação que ocorre em 30% dos indivíduos com anemia falciforme. Quanto as suas características e tratamento, podemos afirmar que:

A
o índice de mortalidade associado a esta manifestação é de 50%.
B
é manifestação fortemente associada à embolia gasosa.
C
hipoxemia e alterações na radiografia de tórax são alterações pouco encontradas.
D
a indicação de transfusão de concentrado de glóbulos vermelhos é controversa.
E
dispneia, tosse, dor torácica e febre são sintomas frequentes.
Com relação às hérnias inguinais assinale a alternativa INCORRETA:
No que se refere a polidramnia pode-se afirmar, EXCETO:
Uma senhora de 45 anos de idade, em uso crônico de anti-inflamatórios não esteroides (AINE), apresenta-se para atendimento emergencial com quadro de hematêmese. Após estabilização hemodinâmica, é encaminhada para endoscopia digestiva, que revela úlcera duodenal, sem sangramento atual, com coágulo firmemente aderido na base. Qual das condutas abaixo não diminui a ocorrência de ressangramento?
Lactente com 3 meses de idade procura o Posto de Saúde com queixa de tosse persistente há 3 semanas, gemente e inapetente há 2 dias. Nega febre durante toda a doença. Nascido de parto normal, a termo, peso adequado para idade gestacional, Apgar 9, 10. Consultas anteriores: aos 7 dias de vida, icterícia fisiológica e aos 30 dias de vida, conjuntivite. Leite materno exclusivo. Ao exame físico: Peso 5100 g, comprimento 60 cm. BEG, FR 58 irpm, FC 120 bpm, temperatura axilar 36,5 ºC. Ausculta pulmonar com MV presente e estertores subcrepitantes disseminados. Restante do exame sem anormalidades. Radiografia de tórax mostra opacidade heterogênea no lobo superior direito. Hemograma: 10 g Hb, Leucócitos 13000 (bastonetes 1%, segmentados 34%, eosinófilos 9%, basófilos 1%, linfócitos 40%, monócitos 5%). Qual o mais provável diagnóstico para esse caso?
Compartilhar