Questões na prática

Clínica Médica

Endocrinologia

A tireoidite subaguda (não supurativa) pode causar todos os distúrbios abaixo, exceto:

A
otalgia
B
febre, mal-estar e calafrios
C
hipertireoidismo sintomático
D
captação tireoidiana elevada de iodo radioativo
E
velocidade de hemossedimentação aumentada
Paciente portador de insuficiência hepática crônica deu entrada no Pronto Socorro com quadro de confusão mental e sonolência. Ao exame, o paciente estava ictérico ++/6+, descorado +++/6+, com freqüência cardíaca de 110 bpm, pressão arterial de 100/60 mmHg, abdome ascítico sem sinais de irritação peritoneal, baço palpável a 5 cm do rebordo costal esquerdo. Exames laboratoriais mostravam sódio de 136 mEq/dl, creatinina de 1,5 mg/dl e hemoglobina de 8,0 mg/dl. O diagnóstico é de encefalopatia hepática. Neste caso o fator precipitante foi a:
Paciente com dor lombar irradiada ao membro inferior com a presença do Sinal de Lasègue, parestesias até dorso do pé e reflexos patelares e aquileus normais e simétricos terá comprometimento da raiz:
Recém nascido de parto por cesariana, sexo masculino com 38 semanas de gestação e 2850 gramas, boas condições de nascimento, necessitou uso de oxigênio inalatório na sala de parto por apresentar cianose central. Após os procedimentos iniciais foi mantido em observação por apresentar tiragem intercostal baixa e taquipneia (FR = 80 mpm), recebendo leite por sonda gástrica. Com oxigênio em concentração de 30 % mantinha-se corado com oximetria de pulso de 92%. Hemoglucoteste normal. Raio-X de tórax com trama acentuada nas regiões hílares e retificação das cúpulas diafragmáticas. O diagnóstico é de:
Leia o caso clínico abaixo e responda. Dá entrada no setor de emergência, trazido por unidade móvel do Corpo de Bombeiros, um rapaz que sofreu acidente automobilístico. Ele era o carona, o carro foi atingido à esquerda e o motorista faleceu no local. Tem 30 anos e está alcoolizado. Foi utilizada a sequência de atendimento inicial ao politraumatizado, com infusão em bolus de 2.000 ml de Ringer lactato. Está sonolento e apresenta escoriações no flanco, distensão abdominal e dispneia. Sua PA é de 70 x 40 mmHg. FC = 130 bpm, FR = 34 ipm. A melhor conduta a realizar, neste caso, é:
Compartilhar