Questões na prática

Clínica Médica

Hematologia

A transfusão de concentrado de plaquetas está indicada na seguinte situação:

A
pré-operatório de apendicite com contagem plaquetária de 55.000/Ul
B
púrpura trombocitopênica imune com gengivorragia e contagem plaquetária de 5.000/Ul
C
quimioterapia para leucemia linfoide aguda com febre e contagem plaquetária de 15.000/Ul
D
aplasia de medula óssea com sangramento da esclerótica e contagem plaquetária de 11.000/Ul
Um adulto jovem é admitido para investigação de dor abdominal do tipo cólica, acompanhada de hematúria macroscópica, após trauma lombar durante jogo de futebol. O exame evidencia PA: 160 x 100 mmHg; FC: 88bpm; FR: 18irpm; Tax: 36,8°C; USG realizada identifica rins aumentados de tamanho, com numerosos cistos, que também estão presentes no fígado. O laboratório mostra: Creatinina de 0,9mg%; Hematócrito de 43%. Escolha a conduta indicada para o caso:
Um paciente masculino, branco, 65 anos, com diabetes do tipo II, foi submetido à ressecção de tumor de cólon. Aos doze dias de pós-operatório, sob NPT e apesar da cobertura de antibióticos de amplo espectro, apresenta 38,5 ºC de temperatura axilar e instabilidade hemodinâmica. Entre outras alterações, os exames laboratoriais revelam leucocitose, creatinina de 2,8 mg/dL e hemocultura positiva para Candida krusei. Qual a conduta mais adequada em relação a esses achados?
Mulher, 30 anos, foi admitida com quadro de dispneia aos esforços progressivos há cerca de 10 meses, com piora acentuada na última semana, apresentando dispneia aos esforços habituais associada a queixas de palpitações persistentes acompanhadas de ortopneia, edema de membros inferiores e aumento do volume abdominal. Seu exame físico revela FC 140 bpm, ritmo cardíaco irregular, PA 126x76 mmHg. Ausculta cardíaca: B1 hiperfonética com a presença de ruflar diastólico de baixa frequência após estalido de abertura próximo à segunda bulha em foco de ápice cardíaco. Ausculta pulmonar normal. Pergunta-se: Qual a provável causa da descompensação clínica ocorrida na última semana?
Homem, 67 anos, com histórico de fraqueza muscular progressiva por 10 anos. Ao exame físico apresentava fraqueza muscular proximal e também nas mãos e pés. CPK (creatinofosfoquinase) era duas vezes o valor normal. Eletroneuromiografia evidencia miosite ativa com achados de neuropatia sobreposta. Sem história familiar. Dos diagnósticos a seguir, qual é o mais adequado?
Compartilhar