Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Pneumologia

Dermatologia

A tuberculose (TB) é um problema de saúde prioritário no Brasil. No que diz respeito a esse agravo, assinale a alternativa INCORRETA:

A
A apresentação da TB na forma pulmonar, além de ser mais frequente, é também a mais relevante para a saúde pública, pois é a forma pulmonar, especialmente a bacilífera, a responsável pela manutenção da cadeia de transmissão da doença.
B
Entre os exames disponíveis, a baciloscopia direta do escarro é o método prioritário no diagnóstico da TB. Executada corretamente, ela permite detectar a maior parte dos casos de tuberculose pulmonar.
C
A tuberculose é uma doença curável em praticamente 100% dos casos novos, sensíveis aos medicamentos anti-TB, desde que obedecidos os princípios básicos da terapia medicamentosa e a adequada operacionalização do tratamento.
D
A transmissibilidade do bacilo da Tuberculose está presente desde os primeiros sintomas respiratórios, caindo rapidamente após o início de tratamento efetivo.
E
O tratamento da tuberculose deve ser feito em regime ambulatorial, supervisionado, no serviço de saúde mais próximo da residência ou do trabalho do doente. A hospitalização só está indicada em casos excepcionais, como a meningite tuberculosa e coinfecção pelo HIV.
Paciente de 10 anos após picada de inseto em face evoluiu após 24 horas com edema e vermelhidão em região de olho esquerdo. Ao exame físico edema e discreto eritema em pálpebra inferior esquerda, mobilidade ocular intrínseca e extrínseca normais, sem dor, visão preservadas e sem proptose. Identifique o diagnóstico e conduta mais adequada.
A sinusite nosocomial é uma complicação recentemente diagnosticada no paciente criticamente doente. Sobre isso, assinale a alternativa INCORRETA:
Uma criança de um ano e meio de idade que apresenta uma hérnia umbilical foi levada à consulta de rotina. A mãe da criança está ansiosa e quer tirar dúvidas sobre diagnóstico, conduta e cuidados. Com base nessa situação hipotética, assinale a alternativa correta.
Uma lactente com oito meses de vida, aparentemente hígida, realizou exames de rotina a pedido de seu pediatra. O exame de urina tipo I colhido por saco coletor revelou: DU 1.030; 25 leucócitos/campo; vinte hemácias por campo; proteínas, substâncias redutoras, corpos cetônicos e urobilinogênio ausentes; sangue oculto ++; e alguns cristais de oxalato de cálcio. Nesse caso hipotético, a conduta correta será
Compartilhar