Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Cirurgia

Cirurgia do Trauma

Acerca da avaliação e do tratamento de pacientes politraumatizados, julgue o item subsequente. A ausência de ruídos hidroáreos na ausculta abdominal não é patognomônica de lesões intra-abdominais.

A
certo
B
errado
Qual é a melhor técnica de compressões torácicas em um lactente de 3,5 kg?
Assinale os achados compatíveis com CRITÉRIOS CLASSIFICATÓRIOS para lúpus do Colégio Americano de Reumatologia:
A mãe de um lactente sadio de 6 meses pretende voltar ao trabalho e suspender a amamentação ao seio no próximo mês, pois viajará a serviço. A criança era alimentada exclusivamente ao seio. Você aconselha:
Julgue as situações clínicas apresentadas nos itens subsequentes de acordo com o Programa de Atenção às Doenças Prevalentes na Infância do Ministério da Saúde do Brasil. I. Uma criança com 4 anos de idade, febre e tosse há 3 dias, frequência respiratória de 50 irm, sem tiragem intercostal, sem estridor ou sibilância não deve ter o diagnóstico de pneumonia. II. Uma criança agudamente doente, que consegue mamar no peito da mãe ou beber líquido em um recipiente, que não está vomitando e não apresenta história de convulsões não apresenta sinais gerais de perigo. III. O diagnóstico mais provável de um pré-escolar com queixa de dor e secreção purulenta visível em orelha esquerda há 5 dias é infecção aguda do ouvido. IV. Considere que uma lactente com 2 anos de idade, procedente da periferia de Brasília, seja apresentada na emergência de um hospital com relato de estar com febre há 2 dias, vomitar tudo o que ingere e não ingerir líquidos, e que, no exame físico, apresente rigidez de nuca e petéquias distribuídas pelo corpo. Nessa situação, o diagnóstico mais provável é doença febril. V. O diagnóstico de uma criança com 1 ano de idade, diarreia há 14 dias e sangue nas fezes é desidratação grave. Estão certos apenas os itens:
Compartilhar