Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Acerca das intercorrências clínicas na gestação, assinale a opção correta.

A
O poli-hidrâmnio frequentemente está associado a malformações fetais, especialmente do sistema urinário.
B
Pacientes em trabalho de parto prematuro com 30 semanas de gestação, com corioamnionite, podem se beneficiar da tocólise com sulfato de magnésio.
C
A causa primária de descolamento de placenta é desconhecida. Entre seus fatores de risco, a condição mais comum é algum tipo de hipertensão materna.
D
A placenta prévia é associada mais frequentemente com o feto feminino.
E
Há evidências científicas sustentando que o tabagismo é fator de risco para o descolamento de placenta e não interfere na incidência de placenta prévia.
Na exérese cirúrgica de um cisto sebáceo, no couro cabeludo, além de todos os cuidados relativos à técnica de exérese de pequenas lesões, com referência especificamente ao cisto devemos primar:
Paciente de 18 anos, sexo masculino, refere há 3 dias dor anal intensa às evacuações, que persiste por cerca de 2 horas após a evacuação, que teve início ao evacuar fezes endurecidas. Acompanha o quadro hematoquezia. O quadro clínico é mais compatível com:
Senhor de 40 anos, há 12 horas, relata tremores, náusea, tontura, palpitações e sudorese fria. Negou uso prévio de medicações ou doenças físicas. Relatou uso de álcool e tabaco diariamente, sendo que o último uso foi há 16 horas. Negou uso ou abuso de outras substâncias. Optou-se apenas por hidratar e após 4 horas evoluiu com alucinações visuais, onde relatava estar vendo cobras e aranhas. O diagnóstico mais provável é síndrome de abstinência ao álcool com delirium. No caso, a melhor conduta medicamentosa será:
Uma mulher de 42 anos consulta em uma Unidade de Saúde da Família queixando-se de que iniciara um tratamento para depressão com fluoxetina 20 mg ao dia há 4 semanas e não notara melhora dos sintomas. A próxima conduta a ser tomada pelo médico é:
Compartilhar