Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Endocrinologia

Neurologia

Reumatologia

Além dos desagradáveis óbices de natureza estética que costumam produzir, certas doenças são responsáveis por graves limitações funcionais nos dedos das mãos, tornando difícil até mesmo o desempenho de afazeres comezinhos, como segurar objetos ou manusear o controle remoto da televisão. Quando há comprometimento marcante das articulações interfalangianas distais, dentre as enfermidades abaixo, é prioritário pensar em:

M.G.M., 28 anos, GIPOAO, com 40 semanas em trabalho de parto. Apresenta medida do fundo uterino de 38 cm. Na palpação abdominal observa-se hipersistolia, taquissistolia, limite evidente entre o segmento superior e inferior, ligamentos redondos tensos e dolorosos. Ao toque vaginal observa-se colo uterino dilatado 4 cm, ODP; plano -3 De Lee, bolsa íntegra. O diagnóstico é:
Com relação ao diagnóstico e tratamento da apendicite aguda, pode-se afirmar, EXCETO:
Os acidentes na infância são ocorrências frequentes e facilmente evitáveis, se houver orientação adequada sobre os mesmos. Acerca desses acidentes, assinale a alternativa correta:
Na hemorragia digestiva alta não varicosa podemos afirmar: 1) Em cerca de 20 a 30% dos episódios o sangramento gástrico cessa espontaneamente. 2) No tratamento clínico, o jejum deve ser mantido pelo menos por um período de 24 horas independente de ter sido aplicado método terapêutico endoscópico. 3) Lavagem gástrica com soro fisiológico gelado a 10 graus centígrados por sonda nasogástrica, através de sucessivas introduções e retirada de 250 a 500 ml de soro tendo a finalidade de fazer vaso constrição local. 4) O uso de 80 mg em bolo de Omeprazol, seguido de 40 mg de 8 em 8 horas, eleva o pH gástrico acima de 6, diminuindo a taxa de recidiva e de sangramento. 5) O uso de antiácidos com a finalidade de elevar o pH gástrico foi comprovado definitivamente que essa atitude se acompanha de efeitos benéficos.
Compartilhar