Questões na prática

Pediatria

Doenças Respiratórias

Alguns pacientes pediátricos apresentam, como complicação a longo prazo da bronquiolite viral aguda, a hiperreatividade brônquica. A causa da ocorrência desta situação é:

A
a persistência da infecção viral por um período mais prolongado que o esperado.
B
o paciente ser portador de defeito nos mecanismos humorais de defesa imunológica.
C
a ocorrência de infecção por um vírus com maior virulência, em especial o adenovírus.
D
por desnudamento do epitélio brônquico com persistência da reação inflamatória.
E
por alteração na mecânica dos movimentos respiratórios favorecendo broncoaspiração de repetição.
Paciente será submetido a tratamento cirúrgico (videocolecistectomia) pela manhã, às 07 horas, porém, em virtude de intensa sede, durante a madrugada, mais exatamente às 03h00min do dia da operação, bebe metade de um copo de 250 ml de água com açúcar. Em relação ao conceito atual de conduta no pré-operatório, assinale a resposta correta.
Gilmar vem à consulta médica e se queixa de dor e fraqueza na mão direita. Ao exame, apresenta dor na base do primeiro quirodáctilo e manobra de Finkelstein positiva à direita. Relata ser hipertenso e diabético de longa data. Trouxe seus últimos exames realizados uma semana antes. Exame: Creatinina: 2,2 mg/dl; Ureia: 51 mg/dl; Glicemia de jejum: 198 mg/dl; TGO: 32 mg/dl; TGP: 28 mg/dl. A melhor conduta para este caso é:
Em relação à asfixia perinatal, é CORRETO afirmar:
Paciente de 40 anos de idade dá entrada no pronto-socorro com dor lombar direita, iniciada há 24 horas, de forte intensidade, acompanhada de náuseas e vômitos. Ao exame físico, ela apresenta sinal de Giordano positivo. A temperatura está normal. Exames laboratoriais revelam sumário de urina com hematúria microscópica e leucograma normal (8.000/mm³). Além disso, tomografia revela cálculo ureteral de 8 mm no ureter terminal, associado com dilatação ureteral e piélica de leve para moderada. A conduta inicial mais adequada é:
Compartilhar