Questões na prática

Pediatria

Pediatria Geral

Amamentar é muito mais do que alimentar a criança. Envolve uma interação complexa multifatorial, que interfere no estado nutricional da criança, em sua habilidade para se defender de infecções, em sua fisiologia e no seu desenvolvimento cognitivo e emocional. A Atenção Primária em Saúde (APS) tem papel estratégico no incentivo e na garantia dessa prática. Sobre o Aleitamento Materno, assinale a assertiva incorreta:

A
A OMS define como Aleitamento Materno Exclusivo (AME): a criança recebe somente leite materno direto da mama ou ordenhado ou leite humano de outra fonte, sem outros líquidos ou sólidos, com exceção de gotas ou xaropes contendo vitaminas, suplementos minerais ou medicamentos.
B
O leite considerado “maduro” só é secretado por volta do 10° dia pós-parto. O colostro, produzido nos primeiros dias, contém mais proteínas e menos lipídios do que o leite maduro, e é rico em imunoglobulinas, em especial a IgA.
C
Apesar da enorme diversidade de alimentos consumidos pelos povos de todo o mundo, o leite materno é surpreendentemente homogêneo em sua composição. Apenas as mulheres com desnutrição grave podem ter o seu leite afetado, tanto qualitativa como quantitativamente.
D
A orientação da mãe quanto ao aleitamento exclusivo deve ser iniciada no pré-natal, no terceiro trimestre de gestação, de forma a preparar melhor a mãe para o pós-parto.
E
O ACS deve verificar mensalmente se a criança realmente está em aleitamento exclusivo e informar à equipe para visita do médico ou enfermeiro, visando a novas orientações.
Peri, 35 anos, é atendido pelo GSE em via pública, após acidente automobilístico. Está alcoolizado, apresenta trauma torácico, com desconforto respiratório e hipotensão (PA 90/60 mmHg), que responde a infusão de cristaloides; FC 100 bpm, FR 28 irpm. Submetido a cateterismo vesical que dá saída a 50 ml de urina sanguinolenta, à ultrassonografia abdominal que revela moderada quantidade de líquido livre na cavidade peritoneal; à radiografia de tórax com hipotransparência difusa em hemitórax esquerdo. Ao ser transportado para o Serviço de Radiodiagnóstico, Peri apresenta novo quadro de hipotensão. O lavado peritoneal é positivo para sangue. Submetido à laparotomia exploradora, observa-se presença de laceração esplênica linear em polo inferior do baço, medindo cerca de 4 cm de extensão e aproximadamente 4 cm de profundidade. A conduta é:
As vantagens da colecistectomia laparoscópica amplamente comprovadas tornaram-na o procedimento de escolha para tratamento da colelitíase sintomática. Algumas colecistectomias laparoscópicas, entretanto, necessitam de conversão. Na maioria dos casos, essa não é uma falha, nem uma complicação da operação; trata-se, na verdade, de medida necessária a fim de se evitar ambas. Sobre conversão na colecistectomia laparoscópica, assinale a alternativa incorreta.
Em qual destas doenças podemos realizar “Transplante Hepático em dominó” ? Assinale-a.
Um homem, 62 anos, sofre trauma abdominal contuso e tem laparotomia de urgência indicada. Nesta é realizada esplenectomia e nota-se contusão da cauda pancreática. O paciente é mantido com dreno abdominal pós-operatório, com drenagem diária de 300 ml/dia. A dosagem desta secreção mostra amilase de 20.000 U/ml. O melhor manejo clínico é:
Compartilhar