Questões na prática

Clínica Médica

Dermatologia

Ana Maria de 25 anos procura cirurgião com o resultado do anatomopatológico (AP) de uma lesão pigmentada da mão direita, retirada por biópsia excisional em outro serviço. O AP evidencia lesão pigmentada de 2,0 x 1,0 cm com melanoma maligno invadindo a derme papilar com Breslow de 0,75 cm e Clarck IV com margens de 1 cm livre. Qual deve ser a conduta?

A
Realização de biópsia de linfonodo sentinela orientado por linfocintilografia, “gama-probe” e azul patente.
B
Ampliação das margens considerando 1 cm de pele normal em todas as direções em relação à cicatriz.
C
Ampliação das margens considerando 2 cm de pele normal em todas as direções em relação à cicatriz.
D
Ampliação das margens considerando 1 cm de pele normal em todas as direções e biópsia de linfonodo sentinela guiado por linfocintilografia, “gama-probe” e azul patente.
Criança de 7 dias de vida, nascida em domicílio com auxílio de parteira, é trazida ao hospital com tumefação em região inguinal direita. O exame clínico mostra uma hérnia inguinal direita facilmente redutível, sem sinais flogísticos e sem criptoquirdia concomitante. Pode-se afirmar:
Paciente politraumatizado apresenta na avaliação primária taquicardia, sem hipotensão. Podemos afirmar que:
Paciente dá entrada na UTI com quadro de dor abdominal intensa, irradiada para o dorso e síncope. Paciente apresenta-se hipertenso, taquicardico e pálido. À palpação abdominal há massa pulsátil evidente. Frente aos sinais clínicos podemos afirmar:
A protusão do divertículo de Meckel por um defeito na parede abdominal denomina-se hérnia de:
Compartilhar