Questões na prática

Clínica Médica

Hepatologia

Anália, 58 anos, internada com febre, náusea e dor abdominal de forte intensidade em hipocôndrio direito com irradiação para o dorso há 36 horas, com piora nas últimas 12. Exame físico: FC 92 bpm, FR 23 irpm, Tax 39°C, dor abdominal intensa à palpação do hipocôndrio direito. Exames laboratoriais: leucograma: 19.000/mm³ (eosinófilos 0%, bastões 10%, segmentados 78%), bilirrubina total 1,2mg/dl, direta 0,7mg/gl, indireta 0,5 mg/dl; EAS normal. A conduta diante desta complicação é:

A
ecocardiograma transesofágica.
B
aguardar 48 horas após a nova conduta antimicrobiana selecionada.
C
trocar o acesso venoso profundo.
D
tomografia computadorizada de abdome e drenagem percutânea, se necessária.
Com relação à infecção relacionada com cateter vascular em UTI, assinale a alternativa INCORRETA.
Paciente com diabetes tipo 2, portador de hipertensão arterial estágio I, deverá iniciar tratamento para a pressão preferencialmente com:
Na Neoplasia Endócrina Múltipla tipo 1 (NEM):
BSC, de 65 anos, sexo masculino, tem quadro arrastado (seis meses) de alteração da força muscular, que iniciou na perna esquerda, com dificuldades de levantar o pé e, após três meses, a outra perna também estava fraca. Há um mês, os sintomas pioraram, aparecendo fraqueza do braço esquerdo e alteração da voz. Ao exame, notam-se atrofia muscular, sensibilidade normal, hiperreflexia global a fasciculação. O diagnóstico do quadro descrito é:
Compartilhar