Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Nefrologia

Reumatologia

Analise as a?rmativas a seguir: I. A cardiomiopatia dilatada se caracteriza por dilatação e diminuição da contratilidade do ventrículo esquerdo ou ambos os ventrículos e cursa com sinais e sintomas de insu?ciência cardíaca. II. A cardiomiopatia restritiva se caracteriza principalmente pelo comprometimento da função diastólica e tem como etiologias principais a amiloidose e a endomiocardio?brose. III. A cardiomiopatia hipertró?ca se caracteriza por hipertro?a ventricular frequentemente assimétrica e, quando sintomática, pode cursar com angina do peito, fadiga, síncope e palpitações. IV. A doença de Chagas crônica, cujo agente etiológico é o Trypanosoma cruzi, cursa em 60% dos pacientes com a forma cardíaca que se caracteriza pela presença de sintomas de Insu?ciência Cardíaca, eletrocardiograma alterado e radiogra?a de tórax com cardiomegalia. Assinale a alternativa correta.

A
Somente as afirmativas I e III são corretas.
B
Somente as afirmativas I e IV são corretas.
C
Somente as afirmativas II e IV são corretas.
D
Somente as afirmativas I, II e III são corretas.
E
Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.
Um menino de um ano de idade, previamente hígido, com quadro de IVAS havia cinco dias, foi levado ao pronto-socorro devido à persistência de febre alta, recusa alimentar e cansaço. Ao exame físico, a criança apresenta-se febril (Tax = 39ºC), pálida, mucosa hipocorada, FR = 55 rpm, FC = 128 bpm e SpO2 = 90% (ar ambiente), abdome sem visceromegalia. À ausculta pulmonar, revelou broncoespasmo difuso bilateralmente e crepitações finais na base do Hemitórax Direito (HTD). Acerca desse caso clínico, assinale a alternativa correta.
O pneumotórax hipertensivo associado ao trauma é situação que demanda reconhecimento e atuação imediatos, sob pena de se tornar rapidamente fatal. A este respeito, é correto afirmar:
O diagnóstico de síndrome compartimental abdominal pode estar associado às seguintes alterações fisiológicas, EXCETO:
Lactente de 60 dias, feminina, nascida de parto normal, com peso de 3000 g e estatura de 50 cm é trazida ao Pronto-Socorro com queixa de que há 3 dias apresenta tosse em crise e “falta de ar”. A mãe refere conjuntivite prévia. Nega febre. Ao exame físico: bom estado geral, FR = 70 irpm, FC = 160 bpm, afebril, acianótica, anictérica. Presença de retrações intercostais e estertores crepitantes em bases pulmonares. Restante sem alterações. Exames subsidiários: RX de tórax com hiperinsuflação bilateral e aumento de trama vasobrônquica. Hemograma com Hb: 12,5 g/dl, Leucócitos totais: 10.000 (bast-3%, seg-36%, eos-10%, linfo-48%, mono-3%). Trata-se, provavelmente, de pneumonia por:
Compartilhar