Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Nefrologia

Reumatologia

Analise as a?rmativas a seguir: I. A cardiomiopatia dilatada se caracteriza por dilatação e diminuição da contratilidade do ventrículo esquerdo ou ambos os ventrículos e cursa com sinais e sintomas de insu?ciência cardíaca. II. A cardiomiopatia restritiva se caracteriza principalmente pelo comprometimento da função diastólica e tem como etiologias principais a amiloidose e a endomiocardio?brose. III. A cardiomiopatia hipertró?ca se caracteriza por hipertro?a ventricular frequentemente assimétrica e, quando sintomática, pode cursar com angina do peito, fadiga, síncope e palpitações. IV. A doença de Chagas crônica, cujo agente etiológico é o Trypanosoma cruzi, cursa em 60% dos pacientes com a forma cardíaca que se caracteriza pela presença de sintomas de Insu?ciência Cardíaca, eletrocardiograma alterado e radiogra?a de tórax com cardiomegalia. Assinale a alternativa correta.

A
Somente as afirmativas I e III são corretas.
B
Somente as afirmativas I e IV são corretas.
C
Somente as afirmativas II e IV são corretas.
D
Somente as afirmativas I, II e III são corretas.
E
Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.
Constituem causas de oligodrâmnio:
Qual, das seguintes afirmativas, é verdadeira quanto às características epidemiológicas da síndrome do intestino irritável?
Em relação à colestase no período neonatal, responda de acordo com as afirmações abaixo: I- A atresia biliar é a doença crônica hepática que mais frequentemente afeta as crianças, e é a causa mais comum de colestase neonatal. II- A atresia biliar se manifesta nos primeiros meses de vida e, se não tratada precocemente, evolui para colestase crônica, cirrose biliar e óbito em até 2 anos. III- Na atresia biliar, a idade do paciente por ocasião da cirurgia tem sido, comprovadamente, um importante fator prognóstico. Obtém-se o melhor resultado quando a cirurgia é realizada antes dos 60 dias de vida. IV- Na atresia biliar pelas características da doença o transplante hepático está contraindicado.
Anemia normocrômica macrocítica com leucopenia, plaquetopenia e reticulócitos reduzidos na periferia associados à presença de parestesia de membros inferiores, deve ser tratada preferencialmente com:
Compartilhar