Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Andreia, 18 anos, gesta I/0, vai a sua primeira consulta de pré-natal e leva o laudo da primeira ultrassonografia transvaginal que revelou gravidez gemelar em torno de 11 semanas, com presença de membrana intergemelar com aspecto de “T” invertido. Diante deste resultado você conclui que a gravidez de Andreia é:

A
dicoriônica e diamniótica.
B
dicoriônica e monoamniótica.
C
monocoriônica e diamniótica.
D
monicoriônica e monoamniótica.
O neurotransmissor e a região do sistema nervoso central mais fortemente implicados na etiopatogenia do delirium são:
Gestante apresentou conversão do VDRL 1:8 na 35ª semana de idade gestacional. Foi realizado tratamento com três doses de Penicilina Benzatina 2.400.000UI com intervalo de uma semana entre estas. Três semanas após o término do tratamento, entrou em trabalho de parto e deu a luz por via transvaginal a recém-nascido do sexo masculino, com peso ao nascer de 2800 gramas, Capurro somático de 38 semanas e 2 dias, adequado para a idade gestacional (AIG), em boas condições de vitalidade. De acordo com o quadro descrito, pode-se afirmar que:
Qual dos dados abaixo não faz parte do critério hematológico para LES?
Em uma paciente de 39 anos, com um primeiro resultado de colpocitologia oncótica revelando atipias glandulares endocervicais AGC-NOS (Atypical Glandular Cells Not Otherwise Specified), a propedêutica mais indicada é:
Compartilhar