Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Dermatologia

Ao chegar em uma unidade básica de saúde do Município de Fortaleza para assumir a sua nova função de residente, você toma conhecimento que terá de acompanhar alguns casos de hanseníase que estão em tratamento para estados reacionais. Em relação a essas reações imunológicas na hanseníase, pode-se afirmar que:

A
Ocorrem principalmente durante a fase final do tratamento da hanseníase, mas também podem ocorrer antes ou após a poliquimioterapia (após a cura).
B
Os estados reacionais representam a principal causa de lesões dos nervos e de incapacidades físicas provocadas pela hanseníase.
C
A reação tipo I ou reação reversa caracteriza-se pelo aparecimento de novas lesões dermatológicas e é tratada com talidomida.
D
A reação tipo II ou eritema nodoso tem comprometimento sistêmico pouco frequente e é tratada com corticosteroides orais.
E
A evolução da reação tipo I é rápida enquanto a tipo II é lenta, o que mostra a necessidade de tratamento mais prolongado nessa última.
Uma senhora de 63 anos foi admitida no PAM após ter sido encontrada caída em sua residência. Ao exame físico nota-se nível de consciência rebaixado (Glasgow 11), ausculta cardíaca irregular e desvio conjugado do olhar para a esquerda. ECG compatível com fibrilação atrial. TC mostra hipodensidade acometendo todo o território da artéria cerebral média esquerda, apagamento de sulcos corticais e discreto desvio de linha média. Das medidas abaixo qual deverá ser evitada inicialmente:
Nos últimos anos, os casos autóctones de leishmaniose visceral têm expandido sua área do sul de MG, ES e MS, acometendo a faixa etária pediátrica. São considerados critérios de cura as afirmativas abaixo, EXCETO:
Em relação à Coagulação Intravascular Disseminada (CIVD) em pediatria, assinale a alternativa incorreta.
Srª Ana Maria, 68 anos, internato na unidade Clínica Médica há 6 dias para tratamento de úlcera de perna, queixou de dor abdominal de forte intensidade, contínua, que surgiu há 2 horas, com piora progressiva e sem melhora com analgésicos e anti-inflamatórios. Ao exame físico apresentava-se sudoreica, agitada, sem distensão e sem sinais de irritação peritonial. Leucócitos: 13.500, lactato: 7mmol/L. A conduta diagnóstica é:
Compartilhar