Questões na prática

Clínica Médica

Preventiva

Cardiologia

Ao decidir pela introdução de um programa de atenção ao hipertenso, em uma unidade primária de saúde, é fundamental garantir o acesso imediato dos pacientes aos exames:

A
ECG,EAS colesterol, glicemia
B
ergometria, hematócrito, glicemia, urecemia
C
hematócrito, ultrassonografia, glicemia, creatinina
D
ultrassonografia, ECG, radiografia de tórax, glicemia
E
radiografia de tórax, glicemia, colesterol, ecocardiografia
Mulher de 35 anos chega ao pronto-socorro com placas edematosas pruriginosas no tronco e membros com duração efêmera e mudança de localização, edema fixo nas pálpebras do olho esquerdo, ocluindo a visão há 2 horas. Refere, ainda rouquidão há 1 hora. Antecedentes: previamente hígida, utiliza contraceptivo oral há 4 anos, apresentou episódio de dor lombar após esforço físico e está em uso de diclofenaco há 3 dias. Exame físico: lúcida, deambulante e contactante, FC 110 bpm. PA 110 X 60 mmHg, FR 20 mpm, ausculta torácica normal. A terapêutica medicamentosa inicial é:
Homem de 43 anos é vítima de acidente automobilístico. Exame físico: Glasgow: 14, descorado 2+/4+, pulso cheio com 120 bpm, PA 140 x 90 mmHg, dor na região do quadril, crepitação à palpação do ilíaco direito e incapacidade para deambulação, massa palpável e dolorosa na região infra-umbilical com percussão submaciça dolorosa, drenagem espontânea de sangue pelo meato uretral. Assinale a alternativa correta:
Menina de cinco anos de idade, nascida com peso de 3,4 kg e 50 cm de comprimento, é encaminhada ao cardiologista devido à presença de sopro cardíaco. Exame físico: PA 120/70 mmHg, pulsos com diminuição da amplitude no membro superior esquerdo e nos membros inferiores, presença de pequena dobra de pele de cada lado do pescoço, coração rítmico com frequência cardíaca de 112 bpm, B1 hiperfonética, sopro sistólico ejetivo suave (2+/6+) no mesocárdio com irradiação para o dorso B2 hiperfonética (2+/4+). Essa criança é portadora de:
Pré-escolar apresenta febre baixa e tosse com expectoração há mais de duas semanas, RX de tórax com infiltrado alveolar em lado superior direito persistente mesmo após antibioticoterapia adequada. Pai terminou o tratamento para tuberculose pulmonar há seis meses. Segundo as diretrizes brasileiras para tuberculose, o diagnóstico de tuberculose dessa criança é:
Compartilhar