Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia Geral

Ao examinar uma paciente com pequena tumoração redutível na região inguinal direita. Observamos que quando a paciente tosse ou lhe solicitado que faça a manobra de Valsalva detectamos um abaulamento abaixo do ligamento inguinal. De acordo com a classificação de Nyhus como você classificaria esta hérnia:

A
Tipo II.
B
Tipo III A
C
Tipo III B
D
Tipo III C
E
Tipo IV D.
As cardiopatias congênitas eram patologias consideradas de prognóstico sombrio no início do século passado, com melhora expressiva deste devido aos avanços ocorridos nos últimos anos. Considerando os achados clínicos das diversas cardiopatias congênitas, podemos afirmar, EXCETO:
Na obstrução arterial aguda embólica, o fator mais importante que determina a evolução da isquemia é:
Gestante de 30 semanas apresenta-se com feto masculino, oligoâmnio, uretero-hidronefrose Grau IV bilateral e bexiga dilatada. A HIPÓTESE DIAGNÓSTICA E CONDUTA PÓS-NATAL SÃO:
Paciente com cardiopatia dilatada referiu dor súbita em membro inferior direito há 3 horas da internação. Negava antecedente de claudicação. Ao exame, constatou-se ausência de pulsos em membro inferior direito e pulsos normais nos demais membros. Qual é a hipótese diagnóstica mais provável e a melhor conduta?
Compartilhar