Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Ao receber laudo sugerindo presença de HPV em lâmina de citopatológico de colo uterino, acredita-se que foi encontrado o seguinte achado citológico para tal diagnóstico:

A
coilocitose
B
acantose
C
leucocitose
D
células de metaplasia
E
presença de células da JEC
RN com peso de nascimento de 2.200g, apgar de 7 e 9, mãe não fez pré-natal. Nas sorologias colhidas do RN, logo após o nascimento, observou-se o VDRL positivo (1/64), e o anti-HIV negativo. Qual seria a melhor conduta a esse RN?
Mulher, 30 anos, foi admitida com quadro de dispneia aos esforços progressivos há cerca de 10 meses, com piora acentuada na última semana, apresentando dispneia aos esforços habituais associada a queixas de palpitações persistentes acompanhadas de ortopneia, edema de membros inferiores e aumento do volume abdominal. Seu exame físico revela FC 140 bpm, ritmo cardíaco irregular, PA 126x76 mmHg. Ausculta cardíaca: B1 hiperfonética com a presença de ruflar diastólico de baixa frequência após estalido de abertura próximo à segunda bulha em foco de ápice cardíaco. Ausculta pulmonar normal. Pergunta-se: Qual a provável causa da descompensação clínica ocorrida na última semana?
Paciente do sexo feminino, 35 anos, branca, deu entrada no pronto socorro com quadro de emagrecimento, intolerância ao calor, palpitações, insônia, tremores e sudorese há 4 meses. Nega patologias prévias, uso de medicações, tabagismo e alcoolismo. Ao exame físico, paciente em bom estado geral, exoftalmia discreta, bócio volumoso, IMC: 19,9kg/m², circunferência abdominal: 70cm, PA: 150x60mmHg, FC: 120bpm, auscultas respiratória e cardíaca sem alterações. Exames laboratoriais: TSH: 0,01 (0,35 – 4,5), T4l: 6,5 (0,7 – 1,8), TRAb: +, Anti-TPO: +, hemograma, glicemia, eletrólitos e função renal dentro da normalidade. Assinale a alternativa correta, quanto ao diagnóstico etiológico desse caso.
Interprete os resultados da análise do LCR abaixo, de uma criança de 3 anos com suspeita de meningite: Aspecto: Turvo; prot: 200 mg/dL; glicorraquia: 20 mg/dL; leucócitos: 510/mm3 (80% seg. e 10% linf) bacterioscopia: diplococos gram positivo. O provável diagnóstico é:
Compartilhar