Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Aparecida, 48 anos, branca, casada, G2P2A0, procurou seu médico de família com queixa de irregularidade menstrual com alterações na quantidade do fluxo, da duração e frequência dos ciclos. Queixou-se também de ondas de calor. Aparecida é tabagista, sedentária, obesa, hipertensa. Após descartar doença endometrial, orientar sobre o abandono do tabagismo, realizar mamografia, o médico de família e Aparecida optaram por iniciar a Terapia de Reposição Hormonal (TRH). Em relação à TRH, assinale a alternativa INCORRETA:

A
O tratamento da irregularidade menstrual pode ser feito por meio do acetato de medroxiprogesterona, 10 mg, 1 x ao dia do 14° ao 26° dia.
B
Estudos observacionais e o WHI indicam que não há aumento no risco de câncer de mama quando os estrogênios são usados por curtos períodos de tempo (cinco anos ou menos).
C
Estudos observacionais indicam que a estrogenioterapia, após a menopausa, aumenta o risco de trombose venosa profunda.
D
Em estudo populacional, o uso do estrogênio associado ao progestágeno foi associado a um aumento da mortalidade por câncer de ovário.
Gestante obesa e sedentária está na 16ª semana. Apresenta ganho excessivo de peso, com antecedente de macrossomia e diabete em gestações anteriores. A prática de exercício físico, neste caso, é: I. indicada para favorecer o adequado metabolismo materno. II. contra-indicada pelo risco gestacional. III. indicada para prevenir o crescimento fetal exagerado. IV. contra-indicada pelo sedentarismo e pela idade gestacional. Está correto o contido apenas em:
Paciente de 46 anos, sexo feminino, cor branca, com QDP - flatulência há mais de 10 anos, HDA - flatulência e sensação de distensão, algumas vezes associadas a períodos de fezes amolecidas, explosivas de 3 a 4 vezes ao dia, nega dor abdominal ou presença de produtos patológicos nas fezes. Antecedentes patológicos: lesões eritomatovesiculares em ambos os cotovelos, osteopenia diagnosticada há 4 anos e tratada, hipotireoidismo em tratamento, ciclo menstrual regular e habitual; antecedentes pessoais: anemia ferropriva há mais de 1 ano, tratada, história de atopia na infância; antecedentes familiares: mãe com câncer de mama. Exame físico: BEG, descorada +/4+ pele, presença de lesões populares em ambos cotovelos e demais exames sem particularidades; exames laboratoriais: Hb-10,7 leucócitos-7350 PCR- 2,3, teste de tolerância da glicose 86/94/87/84 lgA 4 AST e ALt normal, antiendomísio negativo colonoscopia normal, EDA- edema difuso das pregas duodenais com presença de pregas serrilhas. Qual é o provável diagnóstico do caso?
Sobre a litíase biliar é incorreto afirmar:
Em pacientes infectadas pelo HIV e com doença inflamatória pélvica leve, é correto afirmar que:
Compartilhar